São Luís - MA Predomínio de Sol 24°C 31°C

Lula e o Maranhão

lula_dando_lingua

O ex-presidente Lula parece não ligar muito para o sentimento da imensa maioria dos maranhenses, que segundo todas as pesquisas querem experimentar um outro ciclo político distinto do que há quase 50 anos dá as cartas no Maranhão. Ao pedir votos para Lobão Filho (PMDB), Lula agrada Sarney e desagrada a maioria do eleitorado maranhense, incluindo aquele da própria presidente Dilma em busca de reeleição.

Mais grave é que Lula parece não ligar muito para o destino dos maranhenses. Afinal, em 2010, ele promoveu um processo inédito de mudar no Diretório Nacional do PT uma decisão soberana e democrática do PT maranhense que decidiu se aliar a Flávio Dino, o mesmo Flávio Dino que agora é novamente enfrenta o grupo Sarney. E pra que serviram esses 4 anos de governo de Roseana ? O que mudou no Maranhão para melhor? Para que serviu o gesto de Lula violentando o PT? O Maranhão continuou à margem do Brasil, sustentando indicadores sociais sofríveis, na rabeira do Brasil. Lula, claro, é cúmplice direto desses 4 anos de tempo perdido para o Maranhão.

Talvez as novas pesquisas façam Lula pensar melhor. É que há informações nos bastidores, bem fundamentadas, de que Marina já aparece no retrovisor de Dilma aqui no Maranhão. Marina está com Flávio Dino, que tem aliados apoiando Dilma.

Ao vincular a campanha de Dilma à de Lobão Filho, Lula fica de bem com Sarney , mas causa inegável estrago na candidatura da atual presidente.

Após Ibope, pesquisa CNT/MDA mostra Marina a seis pontos de Dilma

Folha de São Paulo

A candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, aparece em segundo lugar na pesquisa CNT (Confederação Nacional do Transporte), feita pelo instituto MDA, divulgada nesta quarta-feira (27). Marina está a seis pontos da presidente Dilma Rousseff (PT), que mantém a liderança na corrida ao Palácio do Planalto.

De acordo com a pesquisa, Marina tem 28,2% das intenções de voto no primeiro turno. Dilma aparece em primeiro com 34,2% e, em terceiro lugar, está o senador Aécio Neves (PSDB), com 16% das intenções de votos. A margem é erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Em quarto lugar, aparece Pastor Everaldo (PSC) com 1,3% dos votos. Os demais candidatos não registraram 1% das intenções de votos. Os brancos e nulos somam 8,7 e 10,4% dos entrevistados não responderam.

A presidente teve queda em relação à pesquisa CNT divulgada no começo de agosto, quando Dilma alcançou 36,2% dos votos no primeiro turno. Na mesma pesquisa, que ainda tinha Eduardo Campos como candidato, Aécio registrou 22,1% dos votos.

Na pesquisa espontânea, em que os nomes dos candidatos não são apresentados aos eleitores, a pesquisa CNT mostra Dilma em primeiro lugar com 26,4% dos votos, seguida por Marina, com 18,6% e Aécio, com 11,3%.

A pesquisa da CNT confirma o cenário diagnosticado pelo Ibope, divulgado nesta terça-feira (26) pelo jornal “O Estado de S. Paulo” em parceria com TV Globo, que mostra Dilma com 34% das intenções de votos no primeiro turno, seguida por Marina, com 29%, e Aécio, com 19% dos votos.

Foram entrevistadas 2.002 pessoas, em 137 municípios das cinco regiões, entre os dias 21 e 24 de agosto de 2014. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número 00400/2014.

VOTOS DE CAMPOS

Campos morreu em acidente aéreo no dia 13 de agosto, o que levou o PSB a indicar Marina, vice na chapa de Campos, para a disputa.

A pesquisa mostra que 78,2% dos eleitores consideram que a comoção em torno da morte de Campos poderá mudar votos da população, contra 18,6% que não veem mudanças no cenário da disputa à Presidência.

Marina Silva é apontada por 64,9% dos eleitores como a candidata que vai herdar os votos de Campos, contra 11,5% para Dilma e 6,7% para Aécio Neves.

SEGUNDO TURNO

Nas simulações de segundo turno, Dilma perderia no confronto direto com Marina Silva. A candidata do PSB recebeu 43,7% das intenções de votos, enquanto Dilma alcançou 37,8%.

No cenário com Aécio Neves, Dilma venceria com 43% dos votos contra 33,3% recebidos pelo candidato do PSDB. Na pesquisa do começo de agosto, Dilma venceria com 41,8% na disputa com Aécio, que caiu 0,6 pontos percentuais no segundo turno –já que ele tinha registrado 33,9% no levantamento do começo de agosto.

Na disputa entre Marina e Aécio, a candidata do PSB receberia 48,9% dos votos, enquanto o candidato do PSDB. 25,2%. Segundo o levantamento, 55,2% dos eleitores não consideram que as posições de Marina em defesa do meio ambiente podem afetar o desenvolvimento do país, contra 29,7% que acreditam nesse impacto.

14239216

REJEIÇÃO

A pesquisa mostra Dilma como a candidata com maior rejeição dos eleitores. No total, 45,5% dos entrevistados responderam que não votariam “de jeito nenhum” na candidata do PT. Aécio teve a rejeição de 40,4% dos eleitores, enquanto Marina é quem tem a maior simpatia do eleitorado: 29,3% afirmaram não votar na candidata do PSB “de jeito nenhum”.

Segundo a pesquisa, 72,95% dos eleitores não pretendem mudar o voto até o dia da eleição, enquanto 26% admitem mudanças. Entre os que já têm os votos definidos, a maioria declarou apoio a Dilma: 76,9%.
Marina lidera entre os indecisos.

A candidata do PSB foi lembrada por 28,8% dos eleitores que ainda vão escolher seu candidato, enquanto Dilma foi mencionada por 22,6% e Aécio por 20,7%.

HORÁRIO ELEITORAL

Segundo a pesquisa, 61% dos entrevistados não acompanharam o horário eleitoral no rádio e na TV, que teve início no dia 19 de agosto. Outros 39% declararam acompanhar os programas.

Dilma foi apontada por 32,3% dos entrevistados como a candidata que obteve o melhor desempenho no horário eleitoral, seguida por Marina, com 19,4%, e Aécio com 18,1%. A maioria dos entrevistados (41,5%), porém, afirma que o horário eleitoral não terá influência em seu voto.

A pesquisa também mostra que 47,7% dos eleitores não têm acesso a redes sociais e, entre os 52,3% que acessam essas ferramentas, 73,8% não confiam na veracidade das informações divulgadas sobre política.

Cleide cobra radioterapia no Hospital do Câncer e anuncia UNACON

A deputada Cleide Coutinho (PSB) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (27), para denunciar mais um estelionato eleitoral do grupo político comandado pela governadora Roseana Sarney que no afã de eleger seu candidato, mais uma vez tenta confundir e enganar a população do Maranhão.

unnamed (2)A parlamentar parabenizou os deputados Marcelo Tavares (PSB), Othelino Neto (PC do B) e Eduardo Braide (PMN) que durante pronunciamentos na Tribuna (25), contestaram a propagada eficiência do Hospital do Câncer do Maranhão, inaugurado recentemente pela governadora e pelo secretário Ricardo Murad.

Para Cleide, parece que o secretário Ricardo Murad pensa que só existem pessoas que não têm conhecimento na Assembleia e no Maranhão. “Todos sabem que uma unidade médica que não atenda ao serviço completo de Oncologia não é hospital e sim uma Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON)”, afirmou.

De acordo com Cleide, para ser um CACON (Centro de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia), o Hospital do Câncer deveria possuir principalmente um Serviço de Radioterapia. “Apesar de ser útil, o hospital é uma propaganda enganosa, porque não presta o atendimento integral que a população necessita. É mais um estelionato eleitoral”, disse.

UNACON DE CAXIAS

No pronunciamento, Cleide anunciou que está em andamento a construção de uma Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON) em Caxias, que está sendo executada pelo Prefeito da cidade, cujos recursos foram conseguidos através de Emenda Parlamentar do então deputado federal Flávio Dino, em uma demonstração de quanto ele se preocupa com o bem estar da população. Esta Unidade, quando inaugurada, acabará com a humilhação aos nossos pacientes, quando são recusados pelos hospitais de Teresina (PI).

A parlamentar lembrou que solicitou em 2009, ao Governo do Estado (Roseana Sarney) através de uma Indicação, a construção da referida UNACON e que custaria R$ 1 milhão ao Governo do Estado, mas seu pedido foi vetado. “Mas Deus é bom. No mesmo dia do veto da Governadora, liguei para Flávio Dino, em Brasília, que conseguiu aprovar, Emenda de sua autoria, para construir a UNACON”.

Finalizando, Cleide reafirmou o quanto seria importante para a população e não apenas eleitoreiro, se o Estado regulamentasse o Fundo de Combate ao Câncer, de autoria do deputado Eduardo Braide, que está jogado nas gavetas, sem solução. “Passei na porta do referido prédio e vi que o chamado hospital do câncer, é apenas uma construção antiga, reformada e pintada para enganar o povo e que não atende integralmente as necessidades dos pacientes que tanto precisam desses serviços”.

O que Lula pensa sobre José Sarney. Não deixe de assistir. Imperdível!

Prejudicada ADI contra concurso para titulares de cartórios no Maranhão

Foi julgada prejudicada, por perda de objeto, a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4213, ajuizada pelo Partido Humanista da Solidariedade (PHS) contra a Resolução 23 do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), que regulamentou os concursos para ingresso e para remoção de titulares de cartórios do estado. A decisão é do presidente eleito do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski.

De acordo com os autos, a resolução contestada afrontaria, em tese, os artigos 2º, 5º, inciso LIV, e 96, inciso I, alínea “b”, da Constituição Federal. O artigo da Resolução para o qual o partido pedia a declaração de inconstitucionalidade é o 1º, que diz: “A habilitação para outorga de delegação das atividades notariais e de registro no Estado do Maranhão, nas formas de concurso público para ingresso e de concurso de remoção de titulares, far-se-á segundo o disposto na Lei 8.935, de novembro de 1994, com a alteração feita pela Lei 10.506 de 9 de julho de 2002, no Código de Divisão e Organização Judiciárias do Estado do Maranhão (Lei Complementar nº 14/91, com as alterações), neste regulamento e no edital dos respectivos concursos”. De acordo com o edital do concurso, os aprovados poderão escolher o cartório de preferência, respeitada a ordem de classificação dos candidatos no certame.

Ao decidir, o ministro Ricardo Lewandowski verificou que a íntegra da Resolução 023/2008 do TJ-MA foi expressamente revogada pelo artigo 2º da Resolução 028/2010 da Corte. Segundo o relator da ADI, esse novo ato normativo aprova, com base nas determinações constantes da Resolução 81/2009 do Conselho Nacional de Justiça, o atual Regulamento do Concurso para Ingresso e do Concurso para Remoção de Titulares das Atividades Notariais e de Registro do Estado do Maranhão.

O ministro observou que o Plenário do Supremo já decidiu que a revogação superveniente do ato estatal, questionado em sede de controle abstrato de normas, “faz instaurar situação de prejudicialidade que provoca a extinção anômala do processo”. Entendeu, assim, que a ação direta de inconstitucionalidade perdeu o seu objeto, motivo pelo qual a julgou prejudicada, nos termos do artigo 21, inciso IX, do Regimento Interno do STF.

Pode? Em plenário, Sarney pede votos para ex-secretária do Senado

Amigos de longa data: Sarney destaca décadas de "competência" da candidata a uma vaga na Câmara - Foto: Marcos Oliveira/Ag. Senado

Amigos de longa data: Sarney destaca décadas de “competência” da candidata a uma vaga na Câmara – Foto: Marcos Oliveira/Ag. Senado

Congresso em Foco – Ex-presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP) usou a tribuna do plenário nesta terça-feira (26) para cobrir de elogios a ex-secretária-geral da Mesa da Casa, Cláudia Lyra. Seria mais uma sessão de gentilezas em plenário à servidora, que tem 30 anos de serviços prestados ao Senado, não fosse um detalhe: Cláudia é candidata a deputada federal pelo PMDB, partido de Sarney.

Diante de um plenário com apenas três segundo suplentes de senador e na presença da homenageada, Sarney teceu loas à servidora, que pela primeira vez tenta um mandato eletivo. Prestigiaram a sessão não deliberativa dedicada à Cláudia Lyra, com os devidos apartes, os senadores Antônio Aureliano (PSDB-MG), segundo suplente de Eliseu Resende (DEM-MG), morto em 2011; Fleury (DEM-GO), segundo suplente de Demóstenes Torres, cassado em 2012; e Kaká Andrade (PDT-SE), segundo suplente de Eduardo Amorim (PSDC-SE).

Mas nem os apartes dos suplentes de senador, com elogios estendidos ao próprio Sarney, desviaram-no do propósito principal do discurso. E ele fez questão de ressaltar isso. “Não quero que diminuam essas digressões sobre o núcleo do meu discurso, que é dizer que o Distrito Federal terá uma grande deputada, uma grande contribuição na pessoa de Cláudia Lyra. Pois eu vejo a Cláudia Lyra, depois de 30 anos aqui, uma funcionária ativa e competente, agora movida por essa paixão de fazer pelo Distrito Federal – e a gente tem a impressão de que ela pensa também em mudar o mundo mudando o Distrito Federal”, disse Sarney, no Senado desde 1971, dirigindo-se a Fleury.

Em Casa

A legislação em vigor proíbe o uso de estrutura de comunicação de qualquer instituição pública como palanque eleitoral. Mas, segundo o artigo 11, parágrafo 6 das instruções do Tribunal Superior Eleitoral para as eleições deste ano, “nas dependências do poder Legislativo, a veiculação de propaganda eleitoral ficará a critério da Mesa Diretora”. Assim, nada haveria de impedimento para Sarney em sua iniciativa de festejar a ex-titular do órgão.

“É essa a finalidade da minha presença nesta tribuna: cumprir um dever de consciência e, ao mesmo tempo, tentar ajudar o Distrito Federal – porque, se ele eleger uma moça da capacidade da Cláudia Lyra, sei que ela vai ajudar muito o Distrito Federal”, discursou o experiente cabo eleitoral de Cláudia Lyra, enumerando algumas “realizações” dela na Casa, como o programa “Senado Jovem”. Como o senador peemedebista também lembrou, a servidora faz parte de “toda uma família” que se dedicou por toda a vida ao concurso público do Senado.

“Sua mãe foi, durante muitos anos, diretora da taquigrafia e suas irmãs também trabalham em cargos destacados de diretoras do Senado, sendo que uma delas, a Márcia, já se aposentou. Quando eu fui presidente [do Senado], minha chefe de gabinete também era irmã da Cláudia Lyra”, rememorou Sarney. Em tempo: sorridente e atenta à homenagem, Cláudia foi algumas vezes enquadrada em closes da TV Senado, como costuma acontecer com autoridades que visitam o plenário.

Oposição diz que “inauguração” do Hospital do Câncer é um engodo‏

marcelo e othelino (2)

Os deputados Marcelo Tavares (PSB) e Othelino Neto (PCdoB) questionaram, na sessão desta terça-feira (26), o discurso de deputados governistas que foram à tribuna elogiar a mudança de perfil do Tarquínio Lopes, que passou a se chamar Hospital de Câncer do Maranhão, e que ainda foi “inaugurado” pela governadora do Maranhão, Roseana Sarney, nas antigas instalações.

Na tribuna, Othelino Neto reforçou o discurso do deputado Eduardo Braide (PMN) que teve, em 2011, aprovada uma emenda constitucional que criou o Fundo Estadual de Combate ao Câncer, mas que, até hoje, o Poder Executivo não encaminhou projeto de lei complementar para que sejam destinados recursos para o Hospital Aldenora Belo e para o agora Hospital do Câncer, antes Tarquínio Lopes.

“O governo do Maranhão, com a insensibilidade tradicional, demora três anos para regulamentar esse Fundo, porque trata esse assunto com tão pouca importância. E pior: brinca de cuidar do assunto quando diz que vai inaugurar, daqui a poucos dias, aquela clínica fantasma que recebe R$ 30 mil por mês de propriedade do candidato a governador apoiado pelo grupo Sarney, Edinho Lobão (PMDB)”, comentou Othelino Neto.

Segundo Marcelo Tavares, o governo só mudou o perfil do Tarquínio Lopes para Hospital do Câncer somente em razão de protestos de parlamentares da Oposição, que vem denunciando o descaso do governo com os pacientes com a doença no Maranhão.

Nada mais que o Geral

“É até bem-vindo este gesto do governo, mas nada mais é do que o Hospital Geral. Falam tanto e não houve nenhuma inauguração de hospital novo. É uma vergonha que nós tenhamos, ainda no ano de 2014, o Estado sem oferecer um serviço de radioterapia aos pacientes. De forma vergonhosa, o Maranhão, mais uma vez, deixa de apresentar uma solução correta, definitiva, exitosa para mais uma vez tentar enrolar a população”, disse Marcelo Tavares.

Marcelo acrescentou que, em vez de buscar uma solução definitiva para o problema, o Governo do Estado limitou-se a apenas fazer uma modificação do perfil do Hospital Tarquínio Lopes, que passa a ser agora um hospital contra o câncer. “Tudo bem, que seja, mas que, de fato, pudesse fazer todos os tratamentos necessários ao efetivo combate ao câncer. Este novo hospital está longe de apresentar a solução que a população do Maranhão precisa”, ressaltou.

Aldenora Belo superlotado

Othelino Neto reforçou as palavras de Marcelo Tavares, observando que o Hospital Aldenora Belo está superlotado e não tem condições de atender toda a demanda. “A rede pública ainda está muito longe de atender todas as pessoas que precisam desse tipo de assistência e, infelizmente, o governo do Maranhão não consegue tratar o assunto com a responsabilidade devida. E olha que é um assunto de grande repercussão social”, disse.

O deputado do PCdoB salientou que é grande o sofrimento das pessoas acometidas pelo câncer e que dependem do atendimento do serviço público de saúde. “Infelizmente, esta doença já provoca sofrimentos, os mais diversos, na pessoa que está doente, nos familiares. Enfim, é uma doença que tem, além dos transtornos que ela mesma impõe ao paciente, todo um conjunto de dificuldades que a família enfrenta”, afirmou.

Paulinha Lobão reclama

paulinha revoltada

Lances da campanha

Semana passada, durante a passagem de caravana da coligação Pra Frente Maranhão, a apresentadora Paulinha Lobão protagonizou cenas nadas agradáveis ao se alojar no Hotel Brasil, em Presidente Dutra.

O dono da pousada que recebe todos os políticos do Estado quando estão em campanha na região, quase foi à loucura ao receber ordens de Paulinha Lobão para trocar colchão, alegando que o mesmo já estava usado. (Nota publicada na edição impressa do Jornal Pequeno)

Prefeitura paga salário de agosto nesta quarta-feira (27)

Edivaldo_Holanda_Foto_HonorioMoreira (3)A Prefeitura de São Luís informa que o pagamento dos salários referentes ao mês de agosto estará disponível a partir das primeiras horas desta quarta-feira (27). O compromisso de pagar os vencimentos ainda dentro do mês foi assumido pelo prefeito Edivaldo no início do mandato, em 1º de janeiro de 2013.

Os servidores municipais podem ter acesso às informações dos seus vencimentos em todos os terminais de auto-atendimento do Banco do Brasil, por meio do contracheque eletrônico. Basta acessar a opção Outros Serviços, escolher a opção Contracheque BB e depois informar o número da matrícula e o mês desejado do documento.

Além dos terminais do Banco do Brasil, a informação dos vencimentos também pode ser acessada através do site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br), no Portal do Servidor, no menu esquerdo da home, informando a matrícula e a senha.

Ibope: Dilma tem 34%; Marina, 29%; Aécio, 19%

marina-debate-2010

Marina subindo

Do UOL, em São Paulo

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (26) mostra a ex-senadora Marina Silva (PSB) em segundo lugar na corrida presidencial, com 29% das intenções de voto.

É a primeira pesquisa que o instituto faz depois da morte do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos e da definição de Marina como candidata a presidente pelo partido. Também é o primeiro levantamento feito após o início do horário eleitoral gratuito na TV e no rádio.

Os candidatos fazem hoje o primeiro debate presidencial. O encontro acontecerá às 22h, na Band.

A presidente Dilma Rousseff (PT), que busca a reeleição, lidera a disputa, com 34%. O senador Aécio Neves (MG), candidato pelo PSDB, caiu do segundo para o terceiro lugar e tem 19%. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

O resultado reforça a tendência verificada pela pesquisa Datafolha divulgada em 18 de agosto. No levantamento da semana passada, Marina já aparecia numericamente à frente de Aécio, com 21% contra 20%, mas havia empate técnico entre os dois, levando em consideração a margem de erro. Agora, a ex-senadora está com vantagem de dez pontos percentuais sobre Aécio e somente cinco pontos abaixo de Dilma.

Na pesquisa Ibope divulgada hoje, o pastor Everaldo Pereira, candidato pelo PSC, e Luciana Genro, do PSOL, estão com 1%. Somados, os outros candidatos têm 1%.

A proporção de eleitores dispostos a votar em branco ou anular é de 7%. Os indecisos representam 8%.

Na última pesquisa Ibope, divulgada em 7 de agosto, Dilma aparecia com 38%, Aécio tinha 23% e Eduardo Campos, então candidato do PSB, estava com 9%.

O resultado de hoje indica que a eleição deve ir para o segundo turno já que Dilma não tem mais do que a soma dos demais candidatos.

O Ibope testou dois cenários de segundo turno. Em uma eventual disputa entre Dilma e Marina, a candidata do PSB aparece à frente, com 45%, contra 36% da petista. Neste cenário, são 11% de indecisos e 9% de eleitores dispostos a votar em branco ou nulo.

No outro cenário, Dilma lidera com 41% contra 35% de Aécio, 12% de votos nulos ou brancos e 11% de indecisos.

O instituto entrevistou 2506 pessoas entre o dia 23 e hoje. Contratada pela Rede Globo, a pesquisa foi registrada no TSE com o número BR-00428/2014.

Rejeição e avaliação do governo

O Ibope também mediu a rejeição aos candidatos. A presidente Dilma é a mais rejeitada. A proporção de eleitores que dizem não votar na petista de jeito nenhum é de 36%. Marina é rejeitada por somente 10%; e Aécio, por 18%.

De acordo com o instituto, 34% dos entrevistados consideram o governo Dilma ótimo ou bom. Para 36%, a administração é regular. E a proporção dos que a consideram ruim ou péssima é de 29%. Dois por cento dos não souberam responder.

Candidatos à Presidência participam hoje de debate na Band, às 22h

SONY DSC

Da Redação [email protected]

A Band realiza na noite desta terça-feira o primeiro debate entre os candidatos à presidência. O Portal da Band vai transmitir ao vivo o encontro, a partir das 22 horas. O internauta também poderá conferir os bastidores e uma análise especial do evento com dois cientistas políticos.

Estarão presentes nos estúdios da Band, no Morumbi, em São Paulo: Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (PSB), Aécio Neves (PSDB), Pastor Everaldo (PSC), Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV) e Levy Fidelix (PRTB).

Com exclusividade do Portal da Band, o debate entre os candidatos será analisado pelos cientistas políticos Pedro Fassoni e Vera Chaia, ambos da PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo). A partir das 20 horas, os internautas já poderão conferir os bastidores, com fotos dos convidados e entrevistas com autoridades.

A expectativa para o debate é grande. Será a primeira vez que todos os candidatos estarão frente a frente. E também será a primeira oportunidade de Marina Silva confrontar os adversários – ela substitui Eduardo Campos, que morreu em um acidente aéreo.

As regras para o debate foram definidas após encontros com os partidos – veja aqui. Serão seis blocos. A apresentação será do jornalista Ricardo Boechat, comandante do Jornal da Band.

No Maranhão, Marina já estaria no retrovisor de Dilma

140710-fd-eduardo-eliziane-roberto

Pesquisas realizadas nos últimos dias para consumo interno mostram que também no Maranhão o quadro da disputa presidencial se alterou significativamente após a morte trágica de Eduardo Campos e o lançamento do nome de Marina Silva na corrida pelo Palácio do Planalto. Os dados devem ser confirmados em pesquisas a serem divulgadas no final de semana, conforme previsão de um dirigente partidário ouvido pelo blog.

Segundo a fonte, Marina já estaria sendo vista no retrovisor de Dima Rousseff, que busca a reeleição. “Não podemos divulgar números para não infringir a legislação eleitoral, mas posso te assegurar que o quadro da disputa presidencial no Maranhão passou a ser um problema para Dilma e o PT”, garante a fonte.

Se os dados forem confirmados, a presidente Dilma com certeza irá rever a tática até aqui adotada de se manter colada ao candidato Lobão Filho (PMDB) que de acordo com as pesquisas registradas no TRE, pontuou quase sempre 30 pontos percentuais atrás de Flávio Dino.

Flávio Dino afirma que conduziu processo em que Lobão Filho era réu

Imagem: iDifusora

Imagem: iDifusora

A revelação de que Lobão Filho (PMDB) foi interrogado por Flávio Dino em processo criminal foi o ponto alto do debate realizado ontem (25) na sede da TV Difusora. No terceiro bloco, em embate direto com Edinho Lobão, o ex-juiz federal Flávio Dino trouxe a informação de que conduziu um processo criminal contra o candidato do PMDB, quando este respondia a processo por irregularidades no repasse ao INSS dos impostos recolhidos de seus trabalhadores.

Segundo Dino, Edinho Lobão foi recebido em seu gabinete de juiz para prestar depoimento sobre as irregularidades no repasse da Rádio Curimã ao INSS, que estavam sendo investigadas na década de 1990. “O senhor deve se lembrar de que eu o recebi com muita educação em meu gabinete, quando eu era juiz federal e colhi seu depoimento”, disse. Flávio Dino foi juiz federal por 12 anos.

Com apenas 3 candidatos e perguntas livres, o debate realizado na TV Difusora permitiu que os candidatos tivessem embates diretos. Líder nas pesquisas de intenção de voto, Flávio Dino falou sobre seu Programa de Governo. Com destaque para o Programa “Mais Médicos Estadual”, sobre o qual Flávio Dino fez questão de frisar a instalação da carreira estadual para os médicos que trabalharem no Maranhão.

Outro tema abordado pelo candidato de oposição ao grupo Sarney foi o Programa Água para Todos, que vem se destacando como a principal proposta do candidato e foi tema de um de seus primeiros programas eleitorais.

Edinho Lobão (PMDB) fez questão usou o debate realizado em sua emissora para trazer ao debate questões que considera importantes para diminuir a diferença de intenção de votos em relação a Flávio Dino. Na pergunta feita ao candidato do PCdoB, Lobão Filho voltou ao tema “comunismo”, postura esta que vem sendo duramente criticada pelos telespectadores.

Sob o ponto de vista das propostas, Edinho Lobão frisou logo no primeiro bloco um de seus programas que seria o “Alô, doutor”, para realização de atendimento médico por telefone. A proposta foi criticada por Flávio Dino e Antonio Pedrosa (PSOL), que destacaram que os problemas da saúde pública “não poderiam ser resolvidos por telefone”. Entre outras críticas, Dino afirmou que o programa proposto por Edinho fere o Código de Ética do Conselho Federal de Medicina.

Já Pedrosa utilizou o debate para tratar em especial de questões agrárias e fundiárias, destacando a produção agrícola de pequeno e médio porte.

Negócios com o Governo

Outra crítica feita por Dino ao candidato Lobão Filho foi o uso de empresas suas para fazer negócios com o Governo do Estado, hoje administrado por Roseana Sarney, sua aliada política.

Outro questionamento feito por Dino foi quanto a posse da TV Difusora, que pertence a Edinho Lobão. Dino questionou a forma como Edinho Lobão adquiriu a TV Difusora. “Quando eu for governador, eu não vou usar a minha família para negócios no governo,” completou.

Lobão Filho é alvo de inquérito por falsidade ideológica e quadrilha

O candidato a governador do Maranhão, Lobão Filho (PMDB) é alvo de inquérito que apura crimes de falsidade ideológica, uso de documento falso, quadrilha ou bando no Supremo Tribunal Federal (STF).

De autoria do Ministério Público Federal, o inquérito 2768 que tramita em segredo de justiça investiga Edinho Lobão pelos crimes contra ordem tributária, formação de quadrilha, falsidade ideológica, uso de documento falso. O relator é o ministro Dias Toffoli.

São 6006  folhas distribuídas em 43 volumes.

O STF determinou abertura de inquérito na Polícia Federal contra o senador Edison Lobão Filho (PMDB) no dia 18 de agosto de 2008. A última movimentação ocorreu no dia 23/09/2013.

inquérito Edinho Lobão (2)

 

Irmão de Clodomir Paz declara apoio à candidatura de Flávio Dino

IMG-20140824-WA0002

O candidato a deputado estadual Cláudio Paz, irmão do ex-secretário de Estado de Programas Especiais, Clodomir Paz (um dos coordenadores de campanha do candidato Edison Lobão Filho), declarou apoio à candidatura de Flávio Dino ao governo do Maranhão.

Cláudio Paz, que é ex-secretário de Saúde do prefeito de Codó, Zito Rolim, deixou a base de apoio de Lobão Filho para apoiar Flávio Dino.

Paz se juntou ao ex-prefeito de Codó, Biné Figueiredo e Pedro Belo, e agora apoia também faz parte do grupo político de Codó que está com a candidatura de Dino.

Cláudio Paz não quis revelar qual motivo o levou para o lado de Dino, mas afirmou que agora faz parte da campanha do PCdoB ao Governo do Maranhão. Quando perguntado a razão para a troca de candidato ao governo, Paz  apenas respondeu: “Meu partido é o povo do Maranhão”. As informações são do blog do Acélio Trindade e Correio Codoense.

Mais apoios

O candidato Flávio Dino recebeu no domingo (24) mais um grande apoio em sua caminhada rumo à vitória. O prefeito de Duque Bacelar, Flávio Furtado (PSD), anunciou que está com Flávio Dino e vai se empenhar para elegê-lo no dia 5 de outubro.

A adesão representa uma forte união de esforços em favor da candidatura de Flávio Dino. O anúncio foi feito em São Luís durante ato de Cláudio Furtado, que é irmão do prefeito e candidato a deputado federal.

Nesta semana, um deputado governista deve deixar Lobão Filho e se juntar à candidatura de Flávio Dino.

Página 1 de 60612345...102030...Última »