São Luís - MA Nublado e Pancadas de Chuva 24°C 32°C
10151765_1486677908218123_68096213024048705_n

Clique na imagem para ampliar

Por MANOEL SANTOS NETO (JP)

A governadora Roseana Sarney assinou, ontem, a Medida Provisória nº 173/2014, que garante benefícios aos integrantes da Polícia Militar do Maranhão (PMMA). Entre as determinações, o documento acelera as promoções, cria novos cargos de coronel e diminui o tempo de interstício (prazo para ascensão de posto).

“Essa é mais uma medida de valorização da tropa, já beneficiada recentemente com o reajuste das gratificações pelo exercício de função e pela garantia de poder levar para a reserva a remuneração da última patente, mesmo que não tenha ficado cinco anos no último posto. Também foram garantidas melhorias nas condições de trabalho, com a nomeação dos 1.800 policiais que foram aprovados em concurso e estão reforçando o efetivo da corporação”, ressaltou a governadora Roseana.

Em contato com a reportagem do Jornal Pequeno, o secretário de Estado da Segurança Pública, Ricardo Murad, autor de idéia, falou sobre “renovação histórica nos quadros da Polícia Militar, para que o combate à violência e à criminalidade seja mais efetivo em todas as regiões do Estado.

Segundo ele, a governadora Roseana Sarney baixou a Medida Provisória nº 173, com data de 16 de abril de 2014, que provoca alterações no sistema de segurança pública do Estado e muda as regras de promoção de oficiais da Polícia Militar (PMMA).

De acordo com informações de Ricardo Murad, a Medida Provisória altera dispositivos da Lei nº 3.743/1978 e da Lei nº 6.513/1995 e muda prazos para que oficiais da PMMA sejam levados à reserva remunerada. Em seu Artigo 3º, a Medida Provisória diz que aos atuais ocupantes do posto de coronel QOPM fica assegurado, para fins de transferência compulsória à reserva remunerada, o interstício de oito anos no referido posto.

“Esta Medida Provisória já está publicada e já está valendo, com data de 16 de abril de 2014. E o mais importante é que, com as regras estabelecidas nesta nova legislação, vai haver um processo de renovação na Polícia Militar como nunca houve antes. Quem entrar na corporação entra sabendo que vai ter a chance de galgar até os últimos postos, os postos de comando”, salientou Ricardo Murad.

Ele informou que a Medida Provisória nº 173 cria, no quadro de oficiais da PMMA, quatro cargos de coronel QOPM, com as seguintes funções: o Comando de Policiamento de Área Metropolitana 2 (CPAM-2), responsável pela preservação da ordem pública nos municípios de São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar; o Comando de Policiamento de Área Metropolitana 3 (CPAM-3), com abrangência nos bairros da área Itaqui-Bacanga e Distrito Industrial da Capital; o Comando de Segurança Comunitária (CSC) e a Diretoria de Inteligência e Assuntos Estratégicos.

Com a Medida Provisória, o chamado ‘Serviço Velado’ da Polícia Militar passa a existir de forma oficial e transparente, sob a denominação de Diretoria de Inteligência e Assuntos Estratégicos, órgão subordinado diretamente ao Comando-Geral, responsável pela inteligência e contra-inteligência, visando à obtenção e análise de dados e informações e de produção e difusão de conhecimentos, relativos a fatos e situações de imediata ou potencial influência sobre processo decisório e a segurança da sociedade e do Estado, bem como prevenir, detectar, obstruir e neutralizar a inteligência adversa e ações de qualquer natureza que constituam ameaça à salvaguarda de dados, informações e conhecimentos, objetivando antecipar cenários no âmbito da Segurança Pública, fornecendo embasamento em nível estratégico às tomadas de decisões do Comandante-Geral da Corporação.

“Em vez de apenas um, vamos ter três CPMs atuando na Grande São Luís, trabalhando 24 horas por dia no combate e prevenção à criminalidade. E teremos, também, o Comando de Segurança Comunitária, que vai proporcionar, efetivamente, a interação da Polícia Militar com toda a população”, declarou Ricardo Murad, salientando o trabalho do comandante geral da Polícia Militar do Maranhão, coronel Aldimar Zanoni Porto. “Estou em sintonia absoluta com o comandante Zanoni. Conto com o total apoio dele e ele conta com meu apoio incondicional”, ressaltou.

Até o final de abril, deverão abrir mais três vagas de coronel na PMMA. E até o mês de agosto oito novas vagas de coronel: “Será uma renovação histórica nos quadros da Polícia Militar do Maranhão”, assinalou Ricardo Murad.

A reportagem do Jornal Pequeno obteve a informação de que deverão ser promovidos o coronel Pereira, o tenente-coronel Alves (atual comandante do CPM), o tenente-coronel Luongo (comandante da USC da Vila Luizão) e o tenente-coronel Sá (comandante do Batalhão de Choque).

SaoLuis_Aereas_Foto_MauricioAlexandre (3)A partir da próxima semana, a Prefeitura de São Luís encaminhará aos proprietários de imóveis um comunicado via postal, informando a nova situação cadastral desses bens. São cerca de 50 mil cartas que apresentarão aos contribuintes os dados que foram atualizados no sistema e outras informações importantes sobre a nova inscrição dos imóveis. O trabalho é desenvolvido pela Secretaria de Urbanismo e Habitação (Semurh) em parceria com a Secretaria de Fazenda (Semfaz).

Segundo a superintendente da área de Cadastro da Semurh, Anna Lígia Launé, as cartas serão enviadas com aerofotos para corroborar com as novas informações inseridas no sistema e dar maior transparência ao trabalho do órgão. As aerofotos mostram imagens de satélite do local preciso dos imóveis, a fachada das casas, entre outras informações imobiliárias que embasaram a coleta dos dados.

“Além disso, o comunicado informará aos proprietários os dados técnicos referentes aos imóveis. Nosso objetivo é garantir justiça social aos contribuintes, promovendo uma readequação condizente dos imóveis cadastrados e impedindo cobranças acima ou abaixo dos valores reais”, frisou Ana Lígia Launé.

Em caso de contestação de alguma das informações registradas, o proprietário deverá procurar a Secretaria de Fazenda, onde será montada uma estrutura de atendimento para esclarecer dúvidas e receber requerimento de contestação. Os documentos serão analisados caso a caso e, se as argumentações do contribuinte forem consideradas procedentes, os dados serão revisados e corrigidos.

As informações da atualização cadastral foram alcançadas através de uma criteriosa pesquisa de campo realizada pela Aerocarta, uma empresa paulista especializada em cartografia, aerofotos e cadastramento de imóveis. O trabalho foi executado por mais de um ano, bairro a bairro, casa a casa, lote a lote.

Com a pesquisa de campo, foi possível resgatar dados e fazer a correção de discrepâncias e divergências de informações reais sobre muitos imóveis da capital. Por meio da sondagem, foi possível, por exemplo, verificar que muitos prédios – hoje shopping centers, hotéis, edifícios residenciais e comerciais – ainda constavam no sistema como sendo apenas terrenos.

O vereador de São Luís, Honorato Fernandes (PT) vem consolidando sua pré-candidatura a deputado federal. Além de apoios importantes conquistados em todo o estado, Honorato tem também o reforço do seu próprio partido.

Petista histórico, Fernandes é um dos candidatos da Construindo um Novo Brasil (CNB), tendência muito forte dentro da sigla. A CNB tem entre seus representantes no Maranhão o presidente estadual do PT/MA Raimundo Monteiro, Fernando Magalhães, Fernando Silva.

honorato 2Bem articulado internamente no PT em função do seu perfil agregador, nome leve e excelente capacidade de diálogo e com um leque muito bom de amigos, de uma aguerrida militância petista e lideranças em São Luís e por todo o Maranhão que aderiram à sua pré-candidatura, o vereador torna-se um nome competitivo para chegar à Câmara Federal. Nos últimos dias, a pré-candidatura fortaleceu-se com a adesão de vários colaboradores e de segmentos que acreditam que o bom trabalho realizado na Câmara de São Luís seja amplificado em Brasília.

O vereador Honorato Leite Fernandes Filho, 40 anos, casado e pai de dois filhos, é analista de sistemas e especialista em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas – FGV. É filho do engenheiro agrônomo Honorato Leite Fernandes e da professora universitária e assistente social, Ieda Cutrim Batista, militante precursora do movimento de mulheres, membro do Grupo de Mulheres da Ilha e uma das fundadoras do Partido dos Trabalhadores (PT) no Maranhão.

Cedo conheceu a militância política e social através da atuação da profª. Iêda Batista em diversos espaços: sindicatos, movimentos dos trabalhadores rurais, universidade, movimento de mulheres e no próprio Partido dos Trabalhadores (PT). Educado juntamente com seus dois irmãos com exemplos concretos de integridade, correção e coerência, foi marcado pelo sentimento de justiça e de respeito à dignidade humana.

Com a atuação político-partidária de sua mãe no PT, teve a oportunidade de conhecer e conviver em sua própria casa com personalidades importantes na luta pela democracia, entre elas o ex-deputado Luís Vila Nova, o líder camponês Manoel da Conceição, a ex-deputada Helena Barros Heluy e o então deputado federal Luís Inácio Lula da Silva, que veio a ser o primeiro operário presidente do Brasil.

Inspirado por essa vivência e motivado pelo desejo de mudanças, ele concorreu a uma vaga na Câmara de Vereadores de São Luís e foi eleito com expressiva votação. Hoje é o único vereador do PT na capital, depois de 12 anos.

Ao longo de sua trajetória profissional, Honorato acumulou experiências e formou um amplo círculo de amizades. Com seu dinamismo, capacidade de estabelecer e atingir metas e de coordenar grupos, marcou fortemente sua passagem profissional pelos diversos órgãos públicos e instituições com as quais colaborou.

Dentro desta visão coletiva, Honorato Fernandes acredita que para mudar a realidade do Maranhão é preciso construir um projeto que expresse os anseios da população, em especial dos mais excluídos. “Entendemos que a construção desse projeto passa pela conscientização política dos cidadãos e cidadãs, em especial das populações mais vulneráveis, fortalecendo o sentimento de integração e a necessidade de participação efetiva nas decisões que dizem respeito à vida da cidade”, afirma.

A construção de uma novo Maranhão, analisa Fernandes, deve contemplar políticas públicas que, entre outros compromissos, garantam o acesso de todos aos serviços públicos de saúde, educação, cultura e lazer. Que garanta, em especial às crianças, o direito à educação de qualidade, fundamental para a formação do cidadão. “É necessário investir no desenvolvimento sustentável, na geração de trabalho e renda; garantir o direito de ir e vir de todos com segurança, conforto, pontualidade e por um preço justo”.

Honorato analisa ainda que um projeto para todos deve contemplar a proteção aos direitos dos idosos; a garantia dos direitos das pessoas com deficiência; além do combate a todas as forças de violência e discriminação.

1013535_1459080824324806_580194507_nO presidente estadual do PCdoB/Maranhão, Márcio Jerry, reafirmou que o partido continuará buscando novos aliados para a coalizão partidária que tem Flávio Dino como postulante ao governo do estado. Ele espera que além da confirmação do PSDB, o PPS também se integre ao que está sendo chamado de “Partido do Maranhão”. “Nosso esforço é em compor uma frente do tamanho do desejo de mudança, ou seja, uma frente ampla formada por todos os que querem mudar o Maranhão”, declarou.

Na terça-feira, 15, Dino foi recebido em Brasília pelo presidenciável tucano Aécio Neves, que anunciou a disposição do partido em participar da coligação que faz oposição ao grupo Sarney. O PSDB reivindica presença na chapa majoritária, provavelmente indicando o candidato a vice-governador. O PDT também reivindica a vaga de vice.

O dirigente comunista revelou que tem se reunido com a presidente do PPS, deputada Eliziane Gama, buscando acertar o ingresso dela na coalizão oposicionista. Inicialmente pré-candidata ao governo do estado, a deputada já emite sinais claros de que pode declinar em prol de Flávio Dino para unificar o palanque oposicionista.

Sobre a montagem final da chapa, Jerry disse estar tranquilo e confiante na maturidade dos dirigentes partidários. “Todos nós avaliamos que venceremos se nos mantivermos unidos e é isso o que o nosso povo deseja”, disse. “Vamos nos sentar à mesma mesa e definir tudo de forma transparente, democrática, construindo convergências em torno do interesse do povo maranhense que quer promover a alternância e pôr fim a esse longo ciclo político que empobreceu nosso estado”, completou.

Presidenciáveis – A presença de partidos com diferentes candidaturas presidenciáveis foi tratada por Jerry com naturalidade. Ele diz que em todo o país haverá palanques estaduais com mais de uma candidatura presidencial. “No bloco que apoia Flávio Dino temos partidos 5 partidos que votam na reeleição da presidente Dilma, 2 estão com Aécio e 1 com Eduardo Campos. Nosso palanque é organizado de baixo pra cima e não o contrário”, explicou.

Já se arrasta há tanto tempo o caos no Sistema Penitenciário do Estado que cabe desconfiar dos reais interesses que se colidem por trás dos muros da Penitenciária de Pedrinhas. Talvez não seja apenas a disputa entre facções criminosas o que na verdade alimenta a violência diabólica que ferve as temperaturas incontroláveis naquele ‘Caldeirão do Diabo’. Nem se pode mais ter certeza se é uma crise consumada de dentro dos muros para fora ou de fora dos muros para dentro.

Pode parecer estranho dizer isso; porém, mais estranho ainda é que nada ali detém o inacreditável nível de execuções que se perpetua, apesar das transferências dos chefões do crime organizado para prisões federais, apesar da presença da Guarda Nacional e da Polícia Militar do Maranhão, apesar do concurso de novos agentes penitenciários. E é ainda mais suspeito que nos últimos dias as execuções tenham extrapolado os limites dos presídios para se sitiar na via pública, como no caso da morte do ex-candidato a vereador ‘Laranjeiro’, executado a tiros em frente ao Hiper Bom Preço do São Francisco.

Motins, quebra-quebras, fugas e assassinatos em Pedrinhas são praticamente facultados, como se não houvesse nenhuma vigilância sobre os detentos ou se uma coordenação paralela, desconhecida da Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária e interessada em desmoralizar o governo, agisse à sombra, estimulada por gente poderosa que os serviços de inteligência não conseguem ou preferem não identificar.

E que ninguém se espante, pois não seria a primeira vez na história dos presídios que o crime estaria macomunado com interesses menos visíveis, inclusive políticos, para, por exemplo, derrubar secretários de suas pastas e coordenadores de seus cargos, privilegiar esta ou aquela facção dentro das penitenciárias, colocar em xeque a administração de um governante.

Sendo estas, porém, apenas especulações e dúvidas de quem se sente assustado e confuso diante do que acontece no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, é preciso dizer que tais possibilidades não podem ser descartadas, posto que Pedrinhas, nos dias de hoje, transcende toda e qualquer faixa da normalidade. É como se o poder do crime organizado, livre ou trancafiado, emparelhasse com o poder de polícia conferido ao Estado.

A suspeita ontem levantada pelo Jornal Pequeno, de que funcionários de empresas responsáveis pela administração do presídio são sabedores de que vão matar mais gente, reforça ainda mais a tese de que todo esse horror em Pedrinhas pode ter sido planejado. E se assim for, ou descobrem com a maior urgência possível os autores intelectuais ou todos nós estaremos nas mãos de Deus.

mentirO presidente do PCdoB, Márcio Jerry, divulgou nota há pouco condenando de forma veemente a divulgação fraudulenta de pesquisas para confundir a opinião do eleitorado. “Recorrer a divulgação de falsas pesquisas é expediente que afronta a sociedade e agride a seriedade que se quer dos políticos num pleito tão importante como é o que escolherá o governador do Maranhão”, diz a nota.

Na sua coluna jornalística de hoje (17), o jornalista Claudio Humberto foi induzido ao erro ao divulgar números de uma suposta pesquisa (sequer foi divulgado número de registro na justiça eleitoral) dando conta de que o pré-candidato apoiado pelo grupo Sarney, Edson Lobão Filho (PMDB) já estaria colado em Flávio Dino (PCdoB), nome da oposição ao governo e líder absoluto há quatro anos em todas as sondagens divulgadas.

Os números divulgados por Claudio Humberto favoráveis ao filho do ministro Edson Lobão contrastam com a realidade, uma vez que Edinho foi anunciado há duas semanas como candidato ao governo. Luis Fernando, alijado do processo, há três anos vinha em intensa pré-campanha, com todo o apoio da máquina pública e maciça propaganda nos veículos de comunicação sarneisistas e não conseguiu sair da faixa dos 20% nas pesquisas. Como que, de uma hora para outra e em tão pouco tempo Edinho já tem o dobro disso? Enfim, uma anedota plantada pela oligarquia.

Grande parte da população sequer sabe que Edinho Lobão, nunca disputou uma eleição, desconhecido de grande parte da população maranhense, é pré-candidato ao governo do Maranhão. Claro que não passa de uma estratégia para evitar a debanda da classe política e também uma forma de criar esperança nos aliados.

Quem tem noção razoável da seara política sabe que essa “pesquisa” é furada, não tem nenhuma consistência. Não reflete a realidade do jogo sucessório estadual.

Veja na íntegra abaixo a nota do Partido Comunista do Brasil/Comitê Estadual do Maranhão

NOTA

O Partido Comunista do Brasil vem a público para chamar a atenção da sociedade e esclarecer:

1. Violando a legislação e cometendo crime, fizeram circular hoje através do blog do Cláudio Humberto e de blogs ligados ao Sistema Mirante de Comunicação dados de uma inexistente pesquisa sobre sucessão estadual com o claro objetivo de confundir a opinião pública através de mentiras;

2. Não há nenhuma pesquisa sobre o atual cenário eleitoral no Maranhão registrada no TSE/TRE, portanto qualquer divulgação é absolutamente ilegal e passível de punição;

3. Recorrer a divulgação de falsas pesquisas é expediente que afronta a sociedade e agride a seriedade que se quer dos políticos num pleito tão importante como é o que escolherá o governador do Maranhão;

4. Lamentamos que tais fatos ainda ocorram, ao mesmo tempo que anunciamos que tais práticas serão levadas ao conhecimento da justiça para as devidas providências.

Márcio Jerry Saraiva Barroso
Presidente do PCdoB / MA

Roseana compra o PT-MA em 17-05-2010É dado como certo um novo adiamento do encontro de tática eleitoral do PT maranhense, marcado para os dias 24 e 25 deste mês. Caso não aconteça, pela terceira vez ele é delongado.

O blog apurou que o presidente nacional do partido, Rui Falcão recomendou por escrito adiamento do encontro para definir a aliança da legenda para a eleição deste ano.

A ala que defenda a manutenção da coligação com o PMDB, entretanto, quer manter a todo custo manter a reunião.

A atitude da direção nacional do PT de certa forma sinaliza que há resistência em continuar apoiando o grupo Sarney no Maranhão. Por outro lado, o ex-presidente Lula já sacramentou a permanência dos petistas no curral da oligarquia e isso que deve prevalecer.

domingos-e-michael (2)

Do Jornal Pequeno

O filho de ‘Laranjeiro’, Diego Michael Mendes Coelho, 21, que foi decapitado no Centro de Detenção Provisória (CDP), em 17 de dezembro do ano passado, durante rebelião, devia uma certa quantia a traficantes da área do São Francisco. Depois da morte de Diego, os traficantes passaram a cobrar o pai. Pessoas que conviviam mais de perto com o vendedor de frutas disseram que na cobrança mais recente que os traficantes tinham feito a Domingos Coelho, este teria falado, em tom de indagação: “Como é que morto paga dívida”? Essas mesmas pessoas afirmaram que ‘Laranjeiro’, sempre que bebia, dizia que um dia ainda ia vingar a morte do filho.

A rebelião que resultou na decapitação de Diego na época foi apurada como disputa pela liderança da facção ‘Bonde dos 40’. Antes, o filho de ‘Laranjeiro’ estava preso em Pedrinhas, desde 23 de julho de 2013, depois de ter sido capturado em uma casa no Paranã (Maiobão), reunido com mais dois integrantes da organização criminosa da qual fazia parte.

Comerciante executado na Vila Embratel – Por outro lado, o delegado Jeffrey Furtado, da Delegacia de Homicídios, disse que está trabalhando com a suspeita de que a morte de ‘Laranjeiro’ tenha sido combinada com a do comerciante Marcone da Costa Pereira, 38, executado no Residencial Paraíso (Vila Embratel). Segundo ele, podem ter sido combinadas por integrantes de facções criminosas atuantes em São Luís. Eles – que são parentes de presos mortos na rebelião de dezembro de 2013 – foram assassinados a tiros, em menos de 3 horas, nesta terça-feira (15).

Procurado na sede da Delegacia de Homicídios, o delegado Jeffrey Furtado disse que Marcone era irmão de Irismar Pereira, o ‘Uroca’, que também foi morto na mesma rebelião; só que ele não teve a cabeça mutilada.Os detentos o assassinaram com aproximadamente 80 golpes de chuço. Ele cumpria pena por homicídio, depois de ter assassinado a tiros o motorista da Taguatur Ronielson Lima Pinheiro, 28, o ‘Roni’, no ponto final da linha Residencial Paraíso. O acusado teria contratado o próprio sobrinho, Wesley Dutra Moraes, 19, o “Jameca”, por R$ 2,5 mil, para matar o rodoviário.

Alheia ainda à informação da dívida que o filho de ‘Laranjeiro’ possuía com traficantes, a Delegacia de Homicídio tenta reunir indícios para comprovar a ligação entre os assassinatos do vendedor de frutas e do comerciante, utilizando como linha de investigação a hipótese de conflitos entre integrantes da mesma facção ou de organizações rivais, uma vez que eles eram parentes de detentos mortos na mesma ocasião e foram executados no mesmo dia, em menos de 3 horas. AS duas execuções foram praticadas por duplas de motoqueiros, segundo investigação da polícia.

Suspeitos identificados – Após levantamentos realizados pela Delegacia de Homicídios no Residencial Paraíso, dois moradores da Vila Embratel, Ivanilton Madeira Viegas, o ‘Picachu’, e Luís Antônio Ferreira, o ‘Limpau’, foram apontados como suspeitos pela morte do comerciante Marcone. A polícia espera prendê-los ainda nesta semana.

Entenda os casos – Domingos Pereira foi morto a tiros, pouco depois das 18h30 desta terça-feira, na banca de frutas de sua propriedade, instalada em frente ao Hiper Bom Preço do São Francisco. A maioria dos disparos, de acordo com confirmações policiais, acertou a cabeça da vítima. ‘Laranjeiro’ foi candidato a vereador pelo Partido Popular Socialista (PPS), em 2012, disputando uma vaga na Câmara Municipal de São Luís. Já Marcone da Costa foi atingido por vários projéteis na porta do seu comércio, MC Materiais de Construção, no Residencial Paraíso, área da Vila Embratel.

montagemdelcidioazambuja

O senador Delcídio Amaral (PT) e o deputado Reinaldo Azambuja (PSDB) (Foto: Jessica Barbosa/Divulgação e Divulgação/Facebook)

Por MARCELO SPERANDIO (Época)

Líderes do PT e do PSDB querem fazer uma aliança no Mato Grosso do Sul. Eles têm chamado o projeto de “aliança branca”. Como os diretórios nacionais dos dois partidos proíbem a coligação, a estratégia é fazer um troca-troca. Os petistas pretendem lançar o senador Delcídio do Amaral ao governo e um candidato de fachada ao Senado. Os tucanos querem inverter a ordem: um concorrente de fachada ao governo e o deputado Reinaldo Azambuja ao Senado. Oficialmente, PT e PSDB estarão separados. As bases, no entanto, vão trabalhar juntas e pedirão votos para a “aliança branca”, uma dobradinha com o petista Delcídio para o governo e tucano Azambuja para o Senado.

bob_freire_bob_Rocha_irmã

Oposição já tem definido o nome de Roberto Rocha como candidato ao Senado

O dirigente do PPS no Maranhão, Altemar Lima anunciou que o partido indicará a deputada Eliziane Gama como candidata ao Senado na chapa de Flávio Dino, pré-candidato da oposição ao governo.

Segundo Lima, na rediscussão da chapa majoritária de Flávio Dino o PPS tem legitimidade política e eleitoral para indicar Eliziane  como candidata a Senadora.

“O apoio do PSDB a Flávio Dino é fundamental e emblemático para a composição e unidade do campo da oposição e para a consolidação dessa unidade o PPS indicará o nome de Eliziane Gama para candidata ao Senado”, disse Altemar.

Talvez esta seja uma opinião isolada do dirigente do PPS, que não reflete nesse momento a vontade de Eliziane e do partido.

O candidato da oposição ao Senado, como se sabe, já está definido e é o vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha (PSB).

luisfernandosilva1

Por JM Cunha Santos

Nem dá para acreditar. Enganado, traído, exposto, humilhado, Luis Fernando não pensou duas vezes antes de se render aos royaltes eleitorais de Edinho Trinta. Transferiu-se para a toca do lobo de mala e cuia e, sem medo das feras, ainda promete levar os amigos.

O ex-secretário de Infraestrutura foi vítima da maior surra política que alguém já recebeu no Maranhão. Fernando Sarney, porque tem diferenças irreconciliáveis com Jorge Murad, ao lado da governadora avalista da candidatura de Luis Fernando, fulminou, desde o começo, a candidatura do ex-secretário. Quem sabe, por ser considerado honesto e competente Luis Fernando jamais mereceu a confiança da cúpula do PMDB no Maranhão.

Mas com ele fizeram pior do que fizeram com o vice-governador, que pelo menos recebeu ilegalmente o cargo vitalício de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. Luis Fernando foi engabelado durante dois anos e durante dois anos o fizeram viver a ilusão de que era o candidato a governador. Nunca foi, na verdade.

E é provável que até Roseana já soubesse disso.

Não se tem notícias, hoje, de um presidenciável que se sinta à vontade para estar no palanque de quem quer que seja o candidato do senador José Sarney no Maranhão. Não adianta querer mistificar, dizer que Flávio Dino está sendo antiético – palavras de Lula, segundo Edinho Lobão –, porque a dura verdade é uma só: os presidenciáveis do Brasil não querem ser filmados nem fotografados num palanque de Sarney. É pisar e ter que lidar com uma explosão de contrariedades ideológicas nas redes sociais de todo o país. Eleitoralmente, pisar num palanque de Sarney é pisar em votos, esmagar votos, esvaziar atos públicos, dispensar apoios, alimentar rejeições em todo o Brasil.

Sarney-e-Dilma1Afinal de contas, não houve, nos últimos anos, uma única manifestação pública na qual Sarney não figurasse como vilão da política brasileira. Fato.

Ninguém consegue sequer imaginar Eduardo Campos e Marina Silva no palanque de um candidato, ao lado de Sarney. Não vai querer Aécio Neves, disposto a desbaratar os crimes financeiros cometidos contra a Petrobrás, ser citado por seus adversários em Minas como cultor da política ‘sarno-lulista’ ou ‘lulo-sarnista’ que nada faz contra a corrupção nas estatais.

Quanto a Dilma, pobre Dilma. Com a eleição ameaçada pelos oleodutos da corrupção, economia caótica, obras superfaturadas da Copa do Mundo, desvios de verbas no programa “Minha Casa, Minha Vida” e por uma geração que marca protestos políticos pelo celular, ainda ser obrigada a pedir voto para candidato de Sarney é a treva. Mesmo ainda sendo Lula o seu grande cabo eleitoral, num palanque de Sarney a presidente vai queimar votos e, principalmente, votos que não são do Maranhão.

Todos os partidos que realmente importam, à exceção do PT, cujo eleitorado no Maranhão cabe inteiro no Tribunal de Contas do Estado, estão coligados à candidatura de Flávio Dino. E, pelo andar da carruagem, também o PPS e o PSDB devem seguir o mesmo rumo.

Em outras palavras, não é Flávio Dino que oferece palanque a todos os presidenciáveis, são os presidenciáveis que fogem do palanque de Sarney como o diabo foge da cruz. E é para o palanque de Dino que eles vão, mesmo porque é neste palanque que vão estar seus partidos e coligações.

Imaginem só o PSDB nas ruas pedindo votos para Flávio Dino e Aécio Neves no palanque de Sarney. Imaginem o PSB coordenando a campanha de Flavio Dino e Eduardo Campos no palanque de Edinho Lobão. A questão, portanto, é que Sarney hoje é uma rejeição nacional e transfere isso para qualquer candidatura que abençoar.

Diante da queda de Dilma nas pesquisas e da possibilidade inarredável de manifestações públicas às portas da Copa do Mundo e da campanha eleitoral, candidato nenhum a presidente vai arriscar perder parte de seu eleitorado aprovando publicamente a política de José Sarney. São os tempos modernos. A informação percorre o mundo em questão de segundos e em questão de segundos um candidato pode virar pó.

Para todos os presidenciáveis, é o palanque de Flávio Dino ou é palanque nenhum. (Editorial do JP)

1979674_594115924007553_1424237844_n

Jornal Estação

leitoa

Por Chico Leitoa (ex-deputado e ex-prefeito de Timon)

Conta-se que numa determinada Cidade, rondava um maníaco que estrangulava meninos e meninas, principalmente criancinhas. Um jovem casal de classe média acabara de ter o primeiro filho. Precisaram ir na mercearia em frente à residência. Era dia de folga da babá, e resolveram deixar o cachorro próximo ao berço e foram rapidamente ao Comércio e logo retornaram, ao entrarem em casa, o cachorro estava próximo à porta, com a boca ensangüentada. O homem sacou de uma arma e desferiu vários tiros, contra o cão. Desesperados, adentraram no quarto da criança, que brincava sozinha, segurando as pernas com as mãos e sorrindo. Ao lado do berço, o maníaco estava morto, estrangulado pelos dentes afiados do cão. O homem voltou rapidamente para tentar salvar o cão. Era tarde demais, ele teve morte instantânea. O homem desesperado abraçava o cachorro, agora todo ensangüentado, que acabara de salvar seu filho da ação do maníaco.

O homem agiu por instinto, se deixou levar pela aparência e mergulhou num erro irreparável. Não deu chance ao cão e lhe condenou à morte. O cão agiu por instinto e salvou a criança. Se tivesse sido dado a ele o direito elementar de simples defesa, o homem o teria abraçado , mas sem as balas fatais no corpo. E por sua vez não carregaria para sempre esse horrível peso na consciência pela tragédia.

Todos nós temos a tendência natural de nos deixar levar por aparências ou informações nem sempre verdadeiras e normalmente carregadas de maldades. É preciso ter cautela, pois além do risco de injustiças, podemos nos conduzir movidos por inverdades. Temos que pelo menos duvidar de algumas afirmativas proferidas às vezes de forma maldosa.”E na dúvida, não condene”.

A imagem de alguém ou de alguma coisa é formada a partir das informações concebidas como verdadeiras. Ao conceber uma mentira como verdade e vice-versa, deforma-se imagens, envereda-se por caminhos definidos pelos outros e passamos a funcionar como instrumentos de suas vontades, com os riscos respectivos. Desconfie de fontes que da noite para o dia invertem posições. No dia seguinte elas podem inverter novamente. É sintomático. E você pode está sendo induzido a erro que pode ser irreparável.

…Um amigo de infância, de uma ora para outra passou a não me cumprimentar mais. Não entendi direito pois o cara nem político é e nem nunca foi e nunca tivemos nenhum problema, pelo contrário. Adotei mais uma vez a premissa de que o tempo constrói e destrói “tudo”. Passados alguns anos, provocado por outro amigo, ficamos frente a frente e ele, depois de alguns minutos de silêncio, falou: Chico, um tempo ai uma figura me fez criar uma raiva tão grande de ti que eu nem sei do que eu seria capaz. Depois, com o desenrolar dos acontecimentos, eu passei a perceber que eu entrei na estratégia daquele cabra, que era jogar contra você todos quanto possível, principalmente os mais próximos.

Tomei a palavra e disse: mas essa é a estratégia de todos os fracos, a mentira e a calunia são suas armas, e enquanto dura suas investidas, o estrago é grande e pode ter contornos trágicos. E ele: é, poderia ter acontecido inclusive uma tragédia. Desfeita a maldade, restabelecida a verdade, retornamos à convivência que nunca deveria ter sido interrompida.

Nem sempre isso é possível, e às vezes, a duração do engodo, por menor que seja, pode provocar tragédia ou seqüelas irreparáveis e deixa marcas difíceis ou impossíveis de apagar. Mas, os que óptam pela calunia, mentira e difamação, como forma de sobrevivência , têm sempre alguém que lhes dão ouvidos e são induzidos a cometerem injustiças por instinto. Na política então ?…Olha o cão!…

Engº Chico Leitoa

image (2)

Por volta das 15h, desta quarta-feira, uma chuva torrencial caiu sobre São Luís e, consequentemente, vários bairros sofreram com alagamentos. Dentre eles, o Bairro Renascença II, onde está localizada uma das unidades do Curso Wellington.

Pelo 4º ano consecutivo, as inundações afetaram as instalações do curso. A água atingiu um nível de mais de um metro dentro do estabelecimento. Por conta disso, houve danos materiais com prejuízo de mais de 100 mil reais.

Com o apoio de funcionários, amigos e professores, o local já se encontra limpo, a substituição das cadeiras que foram danificadas já foi feita, e as aulas continuam sendo ministradas normalmente.

Página 1 de 53612345...102030...Última »