São Luís - MA Possibilidade de Pancadas de Chuva à Tarde 26°C 31°C

Recusa no atendimento no PI já matou 11 pacientes maranhenses

A situação dos pacientes com câncer desta região do Maranhão ainda continua sem uma solução definitiva.

O Piauí descumpriu a pactuação interestadual que assinou no ano de 2010 com o Maranhão e o Ministério da Saúde e fechou as portas novamente para o atendimento dos pacientes oncológicos do Leste Maranhense na rede de saúde de Teresina. O estado vizinho alega que nunca recebeu os oito milhões que o Maranhão deve a rede de saúde do Piauí e que o Ministério da Saúde prometeu pagar e não pagou.

O imbróglio envolvendo os pacientes com câncer de Timon e do Leste Maranhense que são recusados na rede pública de saúde do Piauí se arrasta há anos e enquanto os poderes públicos não se entendem, vários dos doentes morreram. Informações extra-oficiais colhidas pelo blog do Elias Lacerda dão conta de já morreram 11 timonenses doentes que faziam o tratamento em Teresina, mas que pioraram com a suspensão do atendimento na rede pública de saúde do estado vizinho.

O Ministério Público levou o caso à Defensoria Pública da União em Teresina, que ingressou com pedido de liminares na Justiça Federal do Piauí, obrigando o atendimento, porque é direito do cidadão e dever do poder público atender a esses pacientes. A Justiça está entendendo que meras questões de ordem financeira entre dois Estados não podem ser motivo da suspensão abrupta do atendimento de indefesos cidadãos com câncer.

São Luis receberá uma parte dos pacientes

Na última terça-feira, dia 21 de outubro, o Secretário Municipal de Saúde de Timon Márcio Sá e o promotor de justiça Antônio Borges Nunes Júnior (foto) se reuniram com mais de 80 pacientes com câncer e conseguiram junto ao Governo do Estado do Maranhão passagens aéreas e ajuda de custo (do paciente e de um acompanhante) para quem preferir ser atendido no hospital oncológico de São Luís. Mesmo assim muitos preferiram tratamento em Teresina, confiando nas liminares judiciais.

A audiência pública solicitada pelo promotor Borges Júnior à Justiça Federal em Teresina foi, enfim, marcada para o próximo dia 30 de outubro. Ele está muito confiante que nessa audiência, estando presentes os Estado do Piauí e do Maranhão e a União Federal, através do Ministério da Saúde, haja uma solução político-administrativa para o impasse, garantindo o atendimento dos pacientes oncológicos maranhenses, através do cumprimento da pactuação já existente ou assinando uma nova pactuação mais condizente com a atual realidade.

“Não podemos ficar de braços cruzados, assistindo a morte lenta desses pacientes. Ao tempo em que estamos garantindo o tratamento através de liminares na Justiça Federal, estamos abrindo outra frente para atendimento em São Luís e ainda aguardando a realização da audiência pública que irá definir essa questão de uma vez por todas. Porém, o mais importante é que haja um esforço político de todas as autoridades maranhenses, independentemente de cor partidária e ideológica, para resolvermos em definitivo essa caótica situação”, afirmou o promotor.

O promotor Antonio Borges tem sido um lutador nessa temática, sempre participando das discussões com os vários governos e os vários segmentos. Sobre o assunto ele diz:“Quanto a Timon, após várias tratativas já estamos definindo a organização da rede de saúde em nosso município, de sorte que, em um futuro breve, o hospital Alarico Nunes Pacheco se transformará em um hospital pronto-socorro de urgência e emergência, com cirurgias eletivas de média e alta complexidade, inclusive com leitos de UTI adulto e infantil, o hospital municipal José Firmino do Sousa no Parque Alvorada irá abrigar exclusivamente os atendimentos materno-infantil, funcionando como a nossa maternidade, a UPA continuará seus excelentes serviços como estabelecimento de saúde de complexidade intermediária entre a Atenção Básica à Saúde e a Rede Hospitalar, e o Município continuará fortalecendo a sua atenção básica, com atendimento efetivo nas UBS e valorizando ainda mais seus excelentes profissionais. Quanto à questão da oncologia no contexto do Maranhão, é chegada a hora de se implantar e efetivar nosso plano estadual de oncologia, estabelecendo-se avançados centros em macro-regiões na capital, em Imperatriz e em Caxias, com serviços de quimio e radioterapia. Essas definições da rede no plano local e estadual não podem mais demorar. Para isso, é preciso o comprometimento integral dos governos estadual e municipal. Com a execução dessas medidas, acredito que teremos amplas condições de tratar dignamente os nossos maranhenses na nossa própria rede de saúde, acabando de vez a abominável humilhação e o inaceitável desprezo que nossos pacientes sofrem”, disse ele confiante.

(Blog do Elias Lacerda)

Flávio anuncia presidente da Empresa Maranhense de Transportes Urbanos

Solucionar os problemas de mobilidade urbana, com foco na capital e nas cidades vizinhas, será uma das preocupações do governo de Flávio Dino. Por isto, nesta sexta (24), o governador eleito anunciou o presidente da Empresa Maranhense de Transportes Urbanos, que será criada durante o seu mandato à frente do Poder Executivo.

Este foi um dos compromissos assumidos por Flávio Dino durante a campanha. Após ouvir diversos setores da sociedade civil, surgiu a proposta da criação de um setor especializado em mobilidade urbana e transporte público.

A criação da empresa está prevista no Programa de Governo de Flávio Dino e funcionará como articuladora entre municípios das regiões metropolitanas para captar recursos junto ao Governo Federal e prestar assistência técnica aos municípios, com foco prioritário na Ilha de São Luís.

JOSÉ ARTUR CABRAL MARQUES – Empresa Estadual de Transportes Urbanos


Professor da Universidade Estadual do Maranhão, José Artur Cabral Marques é formado em Engenharia Elétrica e tem pós-graduação em Gestão de Transportes. No seu currículo estão também os mestrados em Planejamento de Sistema e em Engenharia de Automação.

Com 20 anos de experiência no setor privado, José Artur também é Gestor de Pós-Graduação na Universidade Ceuma e tem atuação destacada na prestação de consultoria para grandes empresas nacionais e multinacionais. Foi secretário adjunto de Transportes em São Luís na gestão do ex-prefeito João Castelo.

À frente da Empresa Estadual de Transportes Urbanos, José Artur terá como foco principal a articulação do transporte público urbano entre os 4 municípios da região metropolitana na Grande Ilha.

Prefeitura treina aprovados em seletivo para estágio no Ipam

treinamento estagio (2)

A Prefeitura de São Luís realizou, esta semana, um treinamento com os 30 aprovados do Processo Seletivo Simplificado para vagas de estágio curricular, não obrigatório, no Instituto de Previdência e Assistência do Município (Ipam). Os estagiários receberão uma bolsa mensal no valor de R$ 600, mais auxílio transporte de R$ 60.

No primeiro dia, os estagiários assistiram a uma palestra de boas-vindas, ministrada por técnicos do Ipam, sobre o órgão e suas finalidades. Conheceram a estrutura da autarquia e a funcionalidade de seus setores e receberam todas as orientações sobre as normas que regem o estágio.

No segundo dia de treinamento, os estagiários tiveram a primeira experiência prática com a atividade que vão desenvolver. Os supervisores apresentaram o ambiente de trabalho e as orientações sobre as tarefas a serem realizadas diariamente.

O presidente do Ipam, Raimundo Penha, participou do primeiro dia de treinamento e deu as boas-vindas aos novos estagiários. “É uma satisfação muito grande tê-los aqui. Vocês aprenderão conosco e nós aprenderemos com vocês que estão nas faculdades acumulando uma série de conhecimentos. O Ipam recebe a todos de braços abertos. Aproveitem bem esta oportunidade”, disse.

Estágio

O estágio inicia, de fato, na próxima quarta-feira (29). O período é de seis meses, podendo ser renovado. Serão cinco horas de trabalho por dia. Uma parte ficará pela manhã, e outra pela parte.

As vagas são destinadas a estudantes de cursos de graduação nas áreas de Administração, Biblioteconomia, Ciências Contábeis, Comunicação, Direito, Economia, Educação Física, Enfermagem e Serviço Social. O Processo Seletivo Simplificado é regido pelo edital nº 01/2014 e seu anexo I, na forma da Lei Federal nº. 11.788/2008.

Justiça suspende licitação abusiva do Governo Roseana

19321010marcelotavares

A Justiça proibiu, na tarde desta quinta (23), a licitação aberta pelo Governo Roseana Sarney que tinha por objetivo contratar empresa para gerenciar o Sistema Penitenciário do Maranhão por dois anos. O valor foi considerado abusivo e foi denunciado à Justiça pelo deputado estadual Marcelo Tavares (PSB), coordenador da Equipe de Transição designada por Flávio Dino.

Com valor de R$ 1,39 bilhão, a licitação seria realizada na tarde desta quinta (23), às 15h, na Comissão Central de Licitação do Governo do Estado. O valor, que corresponde a nada menos que 10% de todo o orçamento do Estado, foi considerada abusiva pelo juiz Douglas de Melo Martins, que responde pela Vara de Interesses Difusos e Coletivos.

O juiz acolheu a argumentação do deputado, que demonstrou que o contrato pretendido pelo Governo Roseana era abusivo. A licitação transcorreria no final do mandato de Roseana Sarney, o quer descumpre o artigo 42 da Lei Complementar 101/2000. O dispositivo legal proíbe que nos últimos oito meses de administração sejam feitas contratações que não possam ser pagas pelo governo que termina.

Além disto, o juiz salientou que o valor global do contrato ultrapassa o razoável para a contratação desse serviço está muito acima do praticado em todo o Brasil. A título de comparação, o juiz mostrou que o estado do Alagoas gasta mensalmente por preso o valor total de R$ 3 mil, enquanto o contrato proposto por Roseana Sarney dedicaria a cada preso nada menos que R$ 8.891,00 mensalmente.

A decisão, segundo o magistrado, teve por obrigação “resguardar o patrimônio público, especialmente em razão da proibição do enriquecimento ilícito do particular às custas da Administração Pública”. O caso continuará sendo investigado pela Justiça Estadual.

Roseana Sarney desconversa sobre antecipação de fim de mandato

Por Wilson Lima- iG Brasília

No eixo governista, fala-se que ela não gostaria de entregar governo ao ex-presidente da Embratur Flávio Dino

Em entrevista coletiva realizada no Maranhão, a governadora do Estado, Roseana Sarney (PMDB), desconversou sobre a possibilidade de deixar o executivo antes do final do mandato. Questionada se deixaria o governo em novembro, a filha do senador José Sarney (PMDB-AP) disse apenas. “Olha… Não sei”.

Conforme o iG apurou, a filha de Sarney pretende renunciar ao mandato de governadora no próximo mês, mesmo faltando pouco mais de 60 dias para o término de sua gestão. Interlocutores afirmam que a peemedebista não gostaria de passar diretamente a faixa ao governador eleito e ex-presidente da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur) Flávio Dino.

Poder Online: Roseana planeja renunciar antes de passar faixa a Flávio Dino 

Agência Brasil Governadora Roseana Sarney com o pai, o senador José Sarney

Nos bastidores, diz-se que ela ficaria “extremamente constrangida” em ser obrigada a fazer a transmissão a um político da oposição. Dino venceu o candidato apoiado por Roseana, Edison Lobão Filho (PMDB) por uma diferença de um milhão de votos. A derrota em 2014 foi a maior do grupo Sarney no Maranhão.

Durante a coletiva de imprensa, Roseana não confirmou se deixará o governo em novembro. Disse apenas em seguir “passos naturais”. “Olha… Não sei. A gente tem que pensar, e conversar, e ver… Mas por enquanto eu estou seguindo meus passos naturais, né? Tocando as minhas obras, verificando como é que andam… Eu ainda quero inaugurá-las”, resumiu Roseana Sarney.

Caso ela desista do mandato em novembro, como membros da base governista tem dito, o Estado pode ser administrado por Arnaldo Melo (PMDB), presidente da Assembleia Legislativa e candidato a vice-governador de Edison Lobão Filho (PMDB). Melo não tem mandato para o ano que vem e caso assuma o governo, mesmo que seja por menos de três meses, ele terá direito a uma aposentadoria vitalícia de aproximadamente R$ 25 mil.

Leia mais: Derrotado, clã Sarney busca receita para sobreviver no Maranhão

Dilma e Lula sabiam de tudo, diz Alberto Youssef à PF

Capa - Edição 2397

Revista Veja

Na última terça-feira, o doleiro Alberto Youssef entrou na sala de interrogatórios da Polícia Federal em Curitiba para prestar mais um depoimento em seu processo de delação premiada. Como faz desde o dia 29 de setembro, sentou-se ao lado de seu advogado, pôs os braços sobre a mesa, olhou para a câmera posicionada à sua frente e se colocou à disposição das autoridades para contar tudo o que fez, viu e ouviu enquanto comandou um esquema de lavagem de dinheiro suspeito de movimentar 10 bilhões de reais. A temporada na cadeia produziu mudanças profundas em Youssef. Encarcerado desde março, o doleiro está bem mais magro, tem o rosto pálido, o cabelo raspado e não cultiva mais a barba. O estado de espírito também é outro. Antes afeito às sombras e ao silêncio, Youssef mostra desassombro para denunciar, apontar e distribuir responsabilidades na camarilha que assaltou durante quase uma década os cofres da Petrobras. Com a autoridade de quem atuava como o banco clandestino do esquema, ele adicionou novos personagens à trama criminosa, que agora atinge o topo da República. Perguntado sobre o nível de comprometimento de autoridades no esquema de corrupção na Petrobras, o doleiro foi taxativo:

— O Planalto sabia de tudo!

— Mas quem no Planalto?, perguntou o delegado.

— Lula e Dilma, respondeu o doleiro.

Conheça, nesta edição de VEJA, os detalhes do depoimento que Alberto Youssef prestou às autoridades.

Para ler a continuação dessa reportagem compre, a partir desta sexta-feira, a edição de VEJA no IBA, no tablet ou nas bancas.

SMTT deflagra operação e apreende mais de 400 veículos irregulares

SMTTA Prefeitura de São Luís, através da Secretaria de Trânsito e Transportes (SMTT), está realizando desde a sexta-feira, 17, uma grande ação de disciplinamento do trânsito em vários pontos da cidade. Desde o início da operação, cerca de 350 carros e 80 motos foram apreendidos. A fiscalização abrange o combate ao serviço de transporte irregular de passageiros, como táxi-pirata e táxi-lotação, e outras irregularidades no trânsito, como documentação de condutores e de veículos.

O trabalho está sendo desenvolvido por agentes da SMTT com apoio da Polícia Militar. Entre os pontos fiscalizados está a entrada da região Itaqui-Bacanga. As infrações mais comuns observadas no serviço de transporte em São Luís são a direção de veículo não licenciado, assim como o transporte remunerado de passageiros sem a licença necessária.

A Secretaria de Trânsito e Transportes ressalta que o serviço de transporte de passageiros só pode ser realizado com autorização do poder público municipal. O condutor que for flagrado realizando o serviço sem a licença necessária será autuado de acordo com o Código Brasileiro de Trânsito (CTB) e poderá ter o veículo removido ou apreendido, além de perder pontos na carteira de habilitação.

Roseana Sarney deve assumir ministério caso Dilma vença

Matéria do portal do Jornal Pequeno

refinaria-premium-3

Em 2010, para ajudar na reeleição da aliada, Dilma e Lula chegaram a anunciar um refinaria bilionária que nunca saiu do papel. Ajuda pode se repetir com indicação para ministério.

Aliada incondicional da presidente Dilma Rousseff (PT), a governadora do Maranhão é cotada para assumir o Ministério de Minas e Energia caso a petista se reeleja.

Roseana Sarney (PMDB) já começa a se movimentar e já avisou que deve deixar o governo antes do fim do seu mandato. A manobra acontecerá apenas caso a presidente se reeleja. Com isso, Roseana pretende ter tempo livre para se articular e garantir vaga no segundo governo de Dilma Rousseff.

reuni

Roseana Sarney mobilizou mais de uma centena de prefeitos para apoiar Dilma. O empenho não foi visto no primeiro turno para as eleições de governador.

Logo no começo do segundo turno a governadora convocou prefeitos e deputados da base aliada para uma reunião. Na ocasião Roseana afirmou que a reeleição de Dilma é indispensável para a sobrevivência do Grupo Sarney após a derrota nas eleições para o governo do estado.

A possibilidade de um governo paralelo no Maranhão caso Dilma se reeleja foi denunciada pelo ex-governador Zé Reinaldo Tavares ainda na semana passada.

Com-Roseana-Sarney-no-lancamento-de-candidatura-convencao

Roseana culpa Lobão Filho por complô que derrubou a candidatura de Luis Fernando Silva. Como retaliação, o Governo Estadual se omitiu nas eleições. O próximo passo é tomar o Ministério de Edson Lobão.

Sarney x Lobão

A pasta de Minas e Energia, que é cota do PMDB de Roseana Sarney, desponta como o mais provável destino da futura ex-governadora. Atualmente ela é comanda pelo senador licenciado Edson Lobão.

Ocorre que Roseana Sarney ainda culpa a família Lobão e o atual presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo, pela exclusão do ex-prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando (PMDB), da cabeça da chapa governista ainda no começo de 2014.

Assumir o ministério hoje ocupado por Lobão, Roseana estaria retaliando a manobra. Além disso, ao ocupar uma pasta dessa magnitude também garantiria sobrevida política.

Pref. de Ribamar implantará Escritório de Gerenciamento de Projetos

DSC_0008 (2)

O governo do prefeito Gil Cutrim implantará na estrutura administrativa do município de São José de Ribamar mais uma importante ferramenta de gerenciamento e captação de recursos para ações a serem executadas.

Trata-se do Escritório de Gerenciamento de Projetos do Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse (SICONV), iniciativa pioneira no Maranhão e que estará operando no início do próximo ano.

O SICONV é uma ferramenta do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão que tem como uma das finalidades facilitar as apresentações de projetos aos programas ofertados pelo Governo Federal. Podem inscrever projetos no Sistema entidades da administração pública estadual, distrital ou municipal, direta ou indireta; além de entidades privadas sem fins lucrativos.

Desde 2012, a Prefeitura ribamarense vem promovendo cursos de capacitação em SICONV direcionados para servidores públicos. Hoje, cada uma das 13 Secretarias Municipais possui funcionários especializados em cadastrar e acompanhar o andamento dos projetos junto ao Governo Federal.

Uma das primeiras iniciativas para implantação do Escritório foi o curso prático em SICONV, cujo primeiro módulo foi realizado esta semana no laboratório de informática da Escola Municipal Liceu Ribamarense I e que contou com a participação de 30 servidores de várias Secretarias.

O curso, ministrado pelo professor Marcos Soares, terá mais dois módulos – prestação de contas e ordem bancária de transferências voluntárias – a serem promovidos em novembro e dezembro. Ainda no próximo mês, também será realizada oficina de projetos e captação de recursos.

“Ao longo dos últimos anos, o município conseguiu aprovar e executar várias obras com recursos provenientes de projetos cadastrados no SICONV. O Escritório, que será composto por alguns servidores que estão participando dos módulos deste curso, terá o objetivo de otimizar, ainda mais, os processos de apresentação e acompanhamento dos projetos da Prefeitura cadastrados no Governo Federal”, afirmou o assessor de Planejamento e Gestão de Metas da Secretaria Municipal de Planejamento, Administração e Finanças, Fróes Filho.

The Best Saúde do Maranhão

No próximo dia 07, às 19h30, no hotel Luzeiros, na Ponta da D’ Areia, na capital maranhense – acontecerá a primeira edição do The Best Saúde Maranhão. O evento tem como objetivo homenagear médicos de diversas especialidades com atuação em São Luís e, ainda, Secretários de Saúde que se destacaram à frente das pastas, cumprindo metas estabelecidas pelo Ministério da Saúde.

Dentre as metas podemos destacar Saúde da Família, Saúde Bucal, Saúde na Escola, Saúde Mental, Farmácia Básica, Metas Vacinais e Compartilhamento dos Agentes de Saúde. A expectativa é muito grande para os homenageados, haja vista que o evento irá reconhecer, publicamente, o trabalho desempenhado pelos médicos e Secretarias em prol da sociedade maranhense. Aguardem!

Governo Roseana cancela pregão de R$ 1,39 bi às vésperas do 2º turno

Roseana blog John Cutrim

O Estado de São Paulo- O governo do Maranhão, chefiado por Roseana Sarney (PMDB), cancelou na tarde desta quarta-feira um pregão que poderia gerar uma despesa de até R$ 1,39 bilhão para os próximos dois anos, quando o Estado será governado por seu adversário Flávio Dino (PC do B).

O pregão, marcado para às 15h desta quinta-feira, tinha o objetivo de contratar uma empresa para prestar serviços para as prisões maranhenses. Ao longo desta quarta, no entanto, o certame ganhou notoriedade porque integrantes da equipe de Dino acusaram Roseana de criar a despesa para prejudicar o novo governante.

“Espero que a governadora Roseana determine a paralisação dessa e de outras contratações absurdas que eventualmente estejam sendo planejadas. Seria uma atitude de respeito à clara vontade das urnas”, afirmou Dino na tarde de quarta.

O pregão 060/2014 tinha por objetivo contratar, pelos próximos 24 meses, uma “empresa especializada na prestação de serviços de suporte e apoio à administração”.

A lista de 23 itens a serem licitados incluía operação da central de monitoramento eletrônico dos detentos e da central de inteligência e informações. Serviços de videoconferência, de apoio à reintegração social e de oferecimento de kit higiene, rouparia e colchão também estavam na lista.

No início da noite desta quarta, o governo do Maranhão informou que estava cancelando o pregão porque o atual secretario de Justiça e Administração Penitenciária, Paulo da Costa, assumiu o cargo em 25 de setembro e “não tinha conhecimento do seu conteúdo [do edital da licitação]“. “O secretário irá analisar o termo de referência que faz parte do edital dessa licitação”, afirma nota divulgada pela secretaria de Comunicação Social do Maranhão.

O Maranhão possui 6.315 presos, segundo dados referentes a junho de 2014 divulgados pelo governo estadual.

Dino: “Conseguimos derrotar Sarney no MA é possível derrotar no Amapá”

“Vim dizer que se conseguimos derrotar Sarney no Maranhão é possível derrotar seus aliados aqui no Amapá e livrar de vez este Estado das mãos que atrasaram essas duas unidades da federação”, declarou o governador eleito do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), que participou na noite desta quarta-feira, 22, no Amapá, do comício do governador e candidato à reeleição Camilo Capiberibe (PSB).

Apesar das pesquisas do Ibope afirmarem que teria segundo turno, Flávio Dino foi eleito no primeiro turno com 63% dos votos. “Esse instituto nunca acertou uma pesquisa no Maranhão. Lá dizia que tínhamos somente 48% das intenções de voto. Por isso, eu digo: votem com consciência, votem em quem trabalha e no final sairemos vencedores”, completou Dino.

Clécio Luís falou também que se ele dependesse da pesquisa do Ibope não seria hoje prefeito de Macapá. “Eu não tenho dúvidas de que já viramos, mas sei também que não será fácil. Por isso militância, vamos às ruas”, pediu o prefeito.

No último comício da campanha, Camilo Capiberibe reuniu as principais lideranças políticas do Estado em seu palanque como deputados estaduais, federais, os três senadores do Estado e afirmou. “Eu não tenho vergonha de mostrar meus aliados”.

“Aqui estão os homens e mulheres de bem que trabalham por um Amapá melhor. Até no último dia permitido pela Justiça Eleitoral vamos estar nas ruas pedindo voto, mostrando para cada cidadão deste Amapá a diferença entre nosso governo e o governo que arrasou o nosso Estado, estamos mostrando nossas obras, e o quanto esse Amapá avançou nos últimos três anos de gestão”, declarou Camilo.

“A vitória não será fácil, mas do nosso lado está à verdade e o povo do Amapá, neste domingo, vai dizer não à corrupção. Mas, até lá, não podemos descansar. Vamos conversar com os amigos, parentes, vizinhos e mostrar porque nosso governo tem ações concretas e o que eles prometem nós já estamos fazendo”, concluiu.

O adversário de Camilo Capiberibe é Waldez Góes (PDT), apoiado pelo senador José Sarney (PMDB). Waldez é um dos principais aliados do peemedebista José Sarney no Amapá. Em 2010, junto com outros dezessete políticos locais, o candidato do PDT foi preso pela Polícia Federal na Operação Mãos Limpas. Eles eram acusados de integrar uma quadrilha de desvio de dinheiro público do Amapá e da União. Quando foi preso, Góes exercia seu segundo mandato como governador do estado.

Roseana poderia ir para a China…

Roseana-demagoga1

Com uma rejeição altíssima, a governadora Roseana Sarney tenta, com maquiagem de números e a entrega de obras mal feitas no apagar das luzes, reverter a situação de calamidade da sua péssima gestão.

Por mais que tire fotos ao lado de máquinas para dar a impressão de trabalho, faltando pouco mais de dois meses para desocupar o Palácio dos Leões, não tem jeito, Roseana sairá pelas portas dos fundos. Deixará, depois de quatro mandatos, o Maranhão terra arrasada.

Vejamos: se o estado tivesse essa maravilha como tenta passar, seu grupo político não teria passado o maior vexame eleitoral dos últimos tempos no dia 5 de outubro. Roseana e seu grupo levaram uma surra da população nas urnas. Um recado duro do povo que não aguentava mais tanto sofrimento e descaso público.

Derrota que evidencia a insatisfação do povo maranhense com o governo da filha do senador José Sarney. Diz o adágio que em time que está ganhando, não se mexe. O time de Roseana não só foi escorraçado pelos torcedores como também sua trupe rebaixada para a última divisão. Talvez nem volte mais a jogar.

Finalizando, a mais nova pérola de Roseana Sarney, pasmem, é de que “o Maranhão está crescendo a níveis da China”.

Comparar o Maranhão com a China é uma infâmia, o mesmo disparate proferido por ela na maior crise de segurança vivida no Maranhão quando afirmou que a violência no Estado era decorrente do aumento da riqueza entre os maranhenses.

Pois bem, se a governadora gosta tanto da China, bem que poderia passar férias lá e, se assim desejar, permanecer por mais um longo tempo.

A hora da mudança e do bem comum…

10072007_1330 (2)

Por Othelino Filho

O resultado das eleições do último domingo (12.10.2014), que confirmou a vitória esmagadora do futuro governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), do senador Roberto Rocha (PSB), do deputado Othelino Neto (PC do B) e de diversos outros membros da coligação “Todos pelo Maranhão”, somente reafirma o fenômeno que estabeleceu uma nova e promissora consciência coletiva dos Brasileiros de Norte e Sul, Leste a Oeste.

Esse fenômeno assumiu o seu ápice, em termos de mobilização e repercussão nacional e internacional, com os movimentos sociais de junho do ano passado.

Brasileiros de todas as matizes socioeconômicas; gênero, número e grau; credos, etnias, idades e preferências das variadas naturezas foram, aos milhares, às ruas de todo o país, não só para simplesmente protestar por protestar, mas para dizer, alto e a bom som, os por quês dos seus posicionamentos.

Não aceitam mais a corrupção que se enraizou nas instituições nacionais com seus tentáculos aparentemente indestrutíveis, assumindo força e influência de poder paralelo. Respaldada no crime organizado e na garantia da impunidade.

Não admitem a continuidade de uma Educação Pública falida, de péssima qualidade que, por falta dos investimentos previstos na Constituição, sempre contingenciados e/ou desviados para fins impróprios, do conhecimento geral, estão entre lanternas, inclusive da América do Sul.

Repudiam a Saúde Púbica que, há anos, agoniza, pelas mesmas motivações acima elencadas. E que ceifa vidas e/ou impõe sofrimentos atrozes a milhões de brasileiros a cada ano, ou em escalas menores e proporcionais, a cada mês, cada semana, cada dia, cada hora, cada minuto, cada segundo…

Denunciam a Segurança Pública que sempre esteve distante de cumprir a contento as suas funções precípuas. Numericamente fragilizada, equipada em padrões sofríveis e condições técnico-profissionais obsoletas, coloca sempre a despreparada repressão como prioridade diante da prevenção.

Enquanto isso, as pessoas de bem permanecem sob grades, presas, em casa, apavoradas, sem poder usufruir o direito de ir e vir, reféns da bandidagem, que prospera, celeremente, muitas vezes em conchavo com quem é pago pelo erário para garantir a ordem e a paz sociais, além de outros direitos de cidadania.

O conjunto dos Serviços Públicos não oferece qualidade. Em vez de evoluir, piora. Se há algum esforço para reverter a realidade adversa, até aqui não teve o menor êxito, infelizmente.

Conclui-se, pois, que as possíveis ações foram contaminadas pelo nível de degradação que assumiram as políticas públicas no Brasil.

A infraestrutura, como um todo, é um dos grandes gargalos que impedem o crescimento sustentável do país. As rodovias, as ferrovias, os portos etc. somente avançam de forma fantástica na propaganda oficial.

Esses episódios revelam o lado execrável de quem exerce equivocadamente a política. São, possivelmente, carreiristas. Eles têm horror à alternância de poder. Tripudiam sobre os ideais nobres, a ética e nivelam por baixo a mais generosa e solidária potencialidade do ser humano: o dom de sonhar e criar felicidade.

A renovação, inexoravelmente, é uma exigência da natureza. Desde as coisas mais simples até as grandes conquistas científicas têm fases distintas até se chegar ao objetivo almejado. Têm começo, meio e fim. E evoluem. O revolucionário, também implica experiência. Há que acontecer, não surge aleatoriamente.

O Brasil e Maranhão estagnaram durante longo tempo, com repercussões imprevisíveis, porque sufocou-se a sua inteligência, inibindo-se a confirmação de lideranças talentosas e criativas.

Não há modelo pronto e acabado que anule os nossos receios e defina um futuro seguramente exemplar. Temos que construí-lo com segurança, mas com certa ousadia. Navegar é preciso, viver é preciso. Quem tiver medo de tempestade não se lance ao mar.

Desprezou-se a arte de promover a paz. A sabedoria de produzir desenvolvimento sustentável e distribuir justiça social. De gerações de conterrâneos se cumprirem, enlevando-se na inspiração divina para, quem sabe, ajudar na construção da história.

A importância do momento histórico exige seguimento a reflexões vivenciadas em períodos mais distantes ou mesmo próximos.

São evocadas como suporte a esses sentimentos incontidos de mudança que nasceram como pequenas bolas de neve e foram se juntando até formar uma onda avassaladora de esperança, fé e amor.

Bianca Lucena agradece

A jovem Bianca Lucena divulgou nota agradecendo o empenho e a contribuição dada pelo grupo a qual faz parte durante a campanha eleitoral deste ano. Abaixo, segue a íntegra:

bianca-lucena (2)

Amigos e amigas, venho agradecer a todos, em especial a juventude maranhense, pelo apoio prestado à campanha do nosso senador Lobão Filho. É com orgulho que me apresento para enaltecer o esforço desprendido por aqueles que de alguma forma contribuíram com apoio e presteza ao grupo que reuniu seu um milhão de seguidores.

Agradeço, portanto, ao trabalho incansável e a dedicação de todos os heróis que colaboraram com esta linda e inesquecível campanha e aos maranhenses que acreditaram em nosso trabalho.

A luta continua, não devemos parar. Em uma oportunidade próxima espero contar novamente com este mesmo esforço em busca do sonho de uma qualidade de vida digna e decente a todos os maranhenses.

Abraço

Bianca Lucena

Página 1 de 64012345...102030...Última »