Folha de SP – A economia da Índia cresceu 7,3% no terceiro trimestre do ano fiscal em curso (outubro-dezembro de 2015) em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo dados oficiais divulgados nesta segunda-feira (8).

As expectativas dos analistas consultados pela agência Bloomberg eram de um crescimento de 7,1%.

O governo também revisou em alta os dados do crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) no segundo trimestre, que foi de 7,7%, três décimos a mais que na estimativa anterior.

Os dados confirmam a posição da Índia como detentora do maior crescimento entre as principais economias mundiais.

O governo do primeiro-ministro, Narendra Modi, aposta num crescimento de 7,6% no ano fiscal em curso, que termina no final de março.

A China, que durante anos funcionou como motor da economia mundial, se encontra em plena desaceleração.

O PIB chinês cresceu 6,8% no período outubro-dezembro e 6,9% em 2015, seu mínimo histórico nos últimos 25 anos.

Brasil e Rússia, que junto a China, Índia e África do Sul formam o grupo Brics de potências emergentes, se encontram em recessão.