Do blog do João Filho – A promessa feita aos professores de Alcântara pelo prefeito Domingos Araken (PT), mais uma vez não foi cumprida pelo gestor. Atitude corriqueira que já virou tradição na gestão de Araken. Não cumprir com suas promessas é um dos adjetivos prediletos do prefeito de Alcântara, que desde que assumiu o comando do município, nunca cumpriu sequer com uma palavra.

Com isso os professores de Alcântara mais uma vez não tiveram aumento de salário referente aos 11,36 % dado pelo Governo Federal a partir de Janeiro deste ano. O povo não vem sendo respeitado pela administração Municipal, e principalmente os professores.

É de conhecimento da atual administração que a educação tem o Plano de Cargos e salários e carreiras do magistério, onde constam todas as diretrizes, inclusive o reajuste anual de acordo com a graduação de cada professor por nível de especialização.

Perverso, Araken não satisfeito resolveu diminuir os salários dos referidos professores retroagindo o plano de cargos e salários. E pensa que a maldade de Araken termina por aí? Tem mais medidas ditatorial como por exemplo, o direito à greve ou se manifestar, pois os professores de Alcântara não puderam fazer isso, foram punidos no contracheque.

Araken colocou três faltas no contra cheque de cada professor e subtraiu nos salários por não terem participados da semana pedagógica, sendo que os mesmos reivindicaram melhores condições de trabalho e a reforma da escola Inácio de Viveiros Raposo. Sem limite de maldade, os profissionais da educação de Alcântara estão sendo explorados pelo prefeito Araken. Com tudo isso, são os alunos os maiores prejudicados.