ISTOÉ: O fim do narcisismo no Maranhão

ISTO É

Flávio Dino quer proteger classe média e trabalhadores da CPMF

O governador Flávio Dino quer proteger a classe média e os trabalhadores da CPMF

O governador Flávio Dino defende que os mais afortunados paguem a seguridade social

Ex-juiz, o governador Flávio Dino exerce agora um outro tipo de magistratura voltada para a Justiça Social.

Na última quinta-feira, durante a sua passagem por Brasília, ele defendeu modificações na proposta da Contribuição Provisória Sobre Movimentação Financeira – CPMF que tramita no Congresso Nacional, e é fundamental para garantir benefícios sociais e previdenciários, dentre outros, sem ameaçar o equilíbrio fiscal do País.

Flávio advoga que a nova versão do imposto sobre o cheque seja progressivo e tenha maior incidência nas movimentações dos mais afortunados, de modo que sejam preservadas a classe média e os trabalhadores.

Para completar o financiamento da seguridade social, ele ainda sustenta que é necessário que seja regulamentado o imposto sobre grandes fortunas, previsto na Constituição de 1988 e que até hoje, 28 anos depois, não saiu do papel, e que se tribute também o capital financeiro.

Os novos tributos recairiam sobre cerca de 10 mil famílias afortunadas e sobre os bancos com seus lucros fabulosos, em uma espécie de redistribuição de renda e prática de Justiça Social.

Resta saber se os nobres deputados federais e senadores irão defender os interesses da grande maioria da população ou da casta endinheirada, que banca suas campanhas e lhes garante uma boa vida.

Leia Aqui a entrevista de Flávio Dino ao portal Rede Brasil Atual.

Linha auxiliar da oligarquia, advogado do PSOL quer forçar anulação de concurso de professores

A motivação do presidente do PSOL é claramente política e sem comprovação técnica. Pré-candidato à prefeitura de São Luís, Pedrosa usa factóides contra o governo para ganhar visibilidades nos meios de comunicação do grupo Sarney.

A motivação do presidente do PSOL é claramente política e sem comprovação técnica. Pré-candidato à prefeitura de São Luís, Pedrosa usa factóides contra o governo para ganhar visibilidades nos meios de comunicação do grupo Sarney.

Marrapá – Agindo como linha auxiliar do sarneyzismo desde as eleições de 2014, o presidente do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), Luís  Pedrosa agora age para tentar anular concurso de professores da rede estadual.

Realizado com transparência pela Fundação Sousândrade, instituição consolidada no setor e que já organizou dezenas de concursos, o certame ofereceu  1500 vagas com salários de cinco mil reais para garantir a reestruturação do Ensino Médio, sucateado durante os governos Roseana Sarney. Pedrosa age no subsolo usando candidatos que não obtiveram aprovação no concurso para espalhar boatos e forçar anulação das provas.

A motivação do presidente do PSOL é claramente política e sem comprovação técnica. Pré-candidato à prefeitura de São Luís, Pedrosa usa factóides contra o governo para ganhar visibilidades nos meios de comunicação do grupo Sarney.  Todos os candidatos que participaram do concurso tiveram acesso às provas ao mesmo tempo, o que desconfigura a informação de que suposto plágio interferiria no resultado final.

A ação  de Luís Pedrosa, além de politiqueira é irresponsável, uma vez que se volta contra os interesses de milhares de alunos da rede estadual e dos mais de 1500 aprovados no concurso.

Pelas redes sociais, na manhã desta sexta-feira, o Secretário de Transparência e Controle, Rodrigo Lago, disse que esteve no Ministério Público, juntamente com os secretários da Casa Civil, SEGEP, PGE e fundação organizadora, para tratar do concurso para professor do Maranhão.

Segundo Lago, vários pontos “denunciados” ao MP/MA sobre o concurso para professores do MA foram corretamente afastados pelos promotores.

“Agora, somente em análise pelo MP/MA a alegada similitude de questões do concurso para professor do MA com questões de outros concursos”, acrescentou Rodrigo Lago.

Em Brasília, Flávio Dino cumpre intensa agenda em favor do MA

Com o ministro Aldo rebelo, governador Flávio Dino tratou de instalação de uma unidade do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) no estado e da instalação da 2ª Esquadra da Marinha no Maranhão.

Com o ministro Aldo Rebelo, governador Flávio Dino tratou de instalação de uma unidade do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) no estado e da instalação da 2ª Esquadra da Marinha no Maranhão.

Nesta quinta-feira (11), logo após o feriado prolongado do Carnaval, o governador do Maranhão, Flávio Dino,e seu vice, Carlos Brandão, cumpriram extensa agenda de encontros com ministros do governo Dilma Rousseff em Brasília. Logo no início do dia, o governador foi recebido em audiência pelo ministro da Defesa, Aldo Rebelo, acompanhado nessa agenda dos deputados federais Rubens Pereira Jr. (PCdoB) e José Reinaldo (PSB).

Na conversa com Aldo, o governador Flávio Dino destacou dois pontos: a instalação da 2ª Esquadra da Marinha no Maranhão e a criação de uma unidade do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) no estado. No caso da esquadra, o ministro Aldo revelou que já houve a definição pela instalação da base no Maranhão por parte da área técnica da Marinha. “Agora precisamos dar prioridade na ampliação dessa estrutura, levando em conta sobretudo o interesse da população”, destacou Flávio Dino.

Sobre a instalação de uma unidade de extensão dos estudos acadêmicos do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), governador e ministro também trataram de investimentos necessários para seu funcionamento. E destacaram a relevância que tal unidade terá, em associação com a Base de Lançamento de Alcântara, para um projeto de desenvolvimento da política aeroespacial brasileira e da economia do estado.

“Alcântara já está consolidada como parte central de nossa política aeroespacial e, portanto, é candidata natural à expansão do ITA”, afirmou o ministro da Defesa. “A conversa com ministro Aldo foi no sentido de agilizar as medidas políticas e administrativas que garantam o andamento desses empreendimentos que são de grande importância para o país e para o estado. Para o Brasil, porque significa investimentos em soberania e desenvolvimento tecnológico autônomo, integrado ao desenvolvimento estratégico”,afirmou Flávio Dino, que destacou ainda que a implantação desses projetos no Maranhão garantirá a injeção de recursos públicos que vão gerar movimentação no setor privado com a criação de novos postos de trabalho.

ZikaVirus, Itaqui e Energia

Ao longo do dia, sempre acompanhado do vice Carlos Brandão, o governador Flávio Dino também foi recebido pelos ministros da Saúde, Marcelo Castro; de Planejamento, Valdir Simão; e de Minas e Energia, Eduardo Braga.

Com Castro, o governador tratou detalhes do plano de combate ao mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, ZikaVirus e chikungunya. Uma mobilização especial foi lançada esta semana também em âmbito federal e contará com a presença do ministro-chefe da Casa Civil, Jacques Wagner, em São Luís no próximo sábado (13).

Com o ministro da saúde, o governador e o vice do Maranhão também pleitearam o aumento do repasse de recursos federais ao estado. Segundo levantamento da bancada de deputados federais eleitos pelo Maranhão, o estado é um dos que recebe menor investimento per capta federal em Saúde.

Com o ministro do Planejamento, Valdir Simão, responsável pelo gerenciamento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), as pautas foram a duplicação da BR-135 e os leilões para investimento privado em novas áreas do Porto de Itaqui. O governador destacou os resultados positivos apresentados pela Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP) em 2015 e detalhou ao ministro os planos de ampliação do Porto de Itaqui. Na pauta da agenda com o ministro Eduardo Braga, titular da pasta de Minas e Energia, também esteve presente o desentrave de investimentos privados no estado.

Márcio Jerry comemora sucesso do “Carnaval de Todos”

SilviaSilvia Tereza – Em postagem nas redes sociais, o secretário de Comunicação do Maranhão, Márcio Jerry (PCdoB), rechaçou as críticas imprensa ligada ao clã Sarney que buscam diminuir o sucesso do carnaval promovido este ano pelo Governo do Estado.

Para o auxiliar do governador Flávio Dino (PCdoB), que também é jornalista, os “blogueiros do sistema de comunicação de Zé Sarney fazem propaganda de homicídios para ocultar a diminuição dos casos e nenhum nos circuitos”.

– Sistema de comunicação da oligarquia tenta desesperadamente – e ridiculamente – empanar o brilho do carnaval maranhense e o clima de paz – disse.

Os números apresentados na quarta-feira pela Secretaria de Segurança Pública do Maranhão confirmam o êxito do esquema especial organizado para o período festivo. Nenhuma ocorrência de crime violentou ocorreu nos circuitos oficiais da região metropolitana de São Luís.

– Carnaval de Todos foi a festa da família maranhense. Pelo jeito tem, contudo, uma família contrariada: a Sarney. Que coisa feia! – finalizou Márcio Jerry.

De alta médica, Sarney repousa em Brasília

Carta Polis – DF

Senador-José-Sarney-e1369364187627Contrariando recomendações da equipe médica. o ex-presidente José Sarney veio pra Brasilia após receber alta do Hospital Sírio-Libanês. A família queria fazer com que ele permanecesse isolado em São Paulo e ter uma convalescença mais tranquila.

Em relação à retirada dos nomes das escolas do Maranhão pelo governador Flavio Dino, Sarney não comenta nada. É um mudo na polítoca, embora sofra dores no ombro.

Sarney teve que reconstituir  todo o seu ombro direito numa operação. Será longo o período de readaptação, mas ele não mais poderá escrever com a mão  direita.

Mangueira é a campeã do carnaval do Rio de Janeiro

 14 anos sem ganhar o título, a escola conquistou a primeira colocação.

Após 14 anos sem ganhar o título, a escola conquistou a primeira colocação.

A Estação Primeira de Mangueira é a grande campeã do carnaval do Rio de Janeiro. Com o enredo A menina dos olhos de Oyá, agremiação ganhou o título nesta quarta-feira (10). A escola quebrou jejum de 14 anos sem vitória. A última vez em que tinha ganhado foi em 2002, com o tema Brazil com ‘Z’ é para Cabra da Peste, Brasil com ‘S’ é a Nação do Nordeste.

A ordem da divulgação das notas foi: samba-enredo, enredo, comissão de frente, fantasia, mestre-sala e porta-bandeira, harmonia, evolução, bateria e alegorias e adereços. Até a contagem das notas do quesito bateria, a Mangueira estava empatada com Salgueiro. Os desfiles foram realizados no domingo (7) e na segunda-feira (8).

A escola entrou na avenida com uma homenagem à cantora baiana. A apresentação da escola contou com referências à religiosidade da artista e com participação de amigos. Já a segunda colocada, Unidos da Tijuca, teve como tema a cidade Sorriso.

Página 1 de 78812345...102030...Última »