São Luís - MA Pancadas de Chuva 25°C 32°C

Confirmado outro secretário: Rodrigo Maia será Procurador Geral do Estado do Governo de Flávio Dino

Na manhã desta segunda (13), Flávio Dino anunciou mais um nome que fará parte de sua equipe de Governo. O procurador de carreira Rodrigo Maia deverá chefiar a Procuradoria Geral do Estado, órgão responsável pela representação judicial e consultoria jurídica do Maranhão, exercendo a defesa legítima dos interesses do Estado.

Na semana passada, Dino anunciou outros dois nomes de sua equipe – Marcelo Tavares (Casa Civil) e Márcio Jerry (Articulação Política e Assuntos Federativos).

RODRIGO MAIA ROCHA – Procuradoria Geral do Estado

Procurador do Estado do Maranhão há 10 anos, Rodrigo Maia tem carreira ligada à defesa da Advocacia Pública. Formado em Direito pela Universidade Federal do Maranhão e aprovado por concurso público em 2005, Maia seguiu carreira na Procuradoria do Estado e compôs, por dois mandatos, o Conselho Estadual da Ordem dos Advogados do Brasil.

É professor da Escola Superior de Advocacia na OAB-MA e foi vice-presidente da Comissão de Advocacia Pública da Ordem. É pós-graduado em Ciências Criminais (CEUMA) e pós-graduando em Direito Ambiental (UFPR). Compôs por três mandatos consecutivos o Conselho Estadual de Direitos Humanos.

Sua função atual é de secretário municipal de Meio Ambiente da capital, ocupando a diretoria da Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente (ANAMMA) desde agosto de 2013 e membro do Plenário e da Câmara Técnica de Assuntos Jurídicos do Conselho Nacional de Meio Ambiente, ligado ao Governo Federal. (John Cutrim)

Caminhada pela paz: Amigos e familiares de advogado assassinado farão manifestação no Centro 

Amigos e familiares realizam, nesta sexta-feira (17), a partir das 15 horas, a Caminhada pela Paz, que sai da Praça João Lisboa.

A manifestação servirá para pedir por paz e por justiça, no caso do assassinato do advogado Brunno Eduardo Soares Matos, de apenas 29 anos, na madrugada de segunda-feira (6).

Veja abaixo o cartaz-convite para toda a sociedade que deseja paz e segurança no Estado.

Caminhada.2

Entrevista com Roberto Rocha: “Vou mostrar para que serve um senador”…

Blog Waldemar Terr

Após trinta anos marcados pela total hegemonia do grupo Sarney no Senado Federal, eis que o primeiro senador de oposição se elege. Feito que aconteceu em conjunto com a vitória de governador, alcançado por Roberto Rocha e Flávio Dino respectivamente.20141012075352822322e

De certo, uma voz uníssona no Senado Federal, diante do poder d voto dos três senadores maranhenses, poderá ainda ser um pequeno avanço, mas que poderá ser refletido nos próximos pleitos. A situação do senado é também ainda indefinida por conta do segundo turno para presidente. Os atuais senadores maranhenses fazem oposição a Aécio Neves, que caso eleito, poderá ser bom para Roberto Rocha.

O jornal O Imparcial conversou com o senador eleito e ele falou um pouco das perspectivas para a o mandato e como se deu a eleição.

O Imparcial – O senhor avalia que a sua vitória se deu a qual fator?

Roberto Rocha – Nossa eleição é, primeiramente, fruto de uma história, e não apenas de uma campanha. Em segundo lugar, é o produto de uma grande e ampla articulação política que possibilitou termos um único candidato a governador e senador. Em terceiro lugar, o resultado de uma bela e animada campanha, tocada por familiares, amigos, companheiros e correligionários de todo estado.

O Imparcial – O que a sua eleição representa?

Roberto Rocha – Representa a possibilidade de democratizar a representação política do Maranhão no Senado. Os Senadores representam os estados, e não faz sentido mudar o Maranhão, sem mudar sua representação em Brasília. Da minha parte, vou mostrar aos maranhenses para que serve um senador.

O Imparcial –  Qual vai ser a sua primeira ação?

Roberto Rocha –  Restabelecer o respeito e a confiança do Brasil à política do Maranhão.

 O Imparcial –  Qual dos dois presidenciáveis, se eleito, o senhor terá melhor trânsito?

Roberto Rocha – Convivi 16 anos com Aécio no PSDB, quando ele foi líder do partido e presidente da Câmara dos Deputados. Somos amigos. Por isso, claro, meu relacionamento maior é com ele.

O Imparcial –  O senhor fará campanha para ele?

Roberto Rocha – Já estou fazendo!

 

 

 

Música do dia: Roberto Carlos, o profeta ecológico…

Alerta, Roberto Carlos cantando sobre a proteção das baleias…

Há 30 anos, o cantor Roberto Carlos nos surpreendia com uma das mais belas canções sobre as baleias, mares e oceanos, que estão sendo destruídos.

Seus netos vão te perguntar em poucos anosfoto wspa

Pelas baleias que cruzavam oceanos

Que eles viram em velhos livros

Ou nos filmes dos arquivos

Dos programas vespertinos de televisão

 

O gosto amargo do silêncio em sua boca

Vai te levar de volta ao mar e à fúria louca

De uma cauda exposta aos ventos

Em seus últimos momentos

Relembrada num troféu em forma de arpão

 

Como é possível que voce tenha coragem

De não deixar nascer a vida que se faz

Em outra vida que sem ter lugar seguro

Te pede a chance de existência no futuro…

 

 

(Colaboração da radialista Marina Souza)

 

A imagem do dia: Irmão de Flávio Dino declara apoio a Dilma Rousseff

Agora é oficial, irmão do Governador eleito declara apoia Dilma Rousseff.

Além do PCdoB, partido de Flávio Dino, seus familiares estão com Dilma. (Retirado do blog do Gilberto Leda)

savio 3

 

Ricardo Murad fez de Dilma “bagaço” da laranja…

PMDB fechou comitês de Dilma e Lula em São Luís…

Alô Ricardo Murad, quer dizer que, após eleger a filha, o genro, mandou fechar o comitê de Dilma e Lula do Olho D Água?

Neste domingo, os retornos da cidade estavam todos azuis com bandeiraços de Aécio Néves. Mas, naquele retorno, onde ficava o Comitê de Andreia Murad, filha do secretário de Saúde, Ricardo Murad, que parecia mais uma boate de luxo, com tantas luzes, ostentando as imagens de Dilma e Lula, tinha até dançarinos do ballet Olinda Saul, mas, neste domingo, estava fechado.

Por que será que o PMDB que usou e abusou das imagens de Dilma e Lula nao está na campanha, porque fecharam os comitês?

ladrao 1

Tchau, Dilma: Marina chama o Brasil para dialogar e declara apoio a Aécio Neves…

Em carta, Marina declara apoio a Aécio Neves e declara que o PT errou em sua missão de transição, que apoio não se mercadeja, mas, dialoga com a população, como fez com Aécio Neves, em São Paulo.

Leia a íntegra do pronunciamento de Marina Silva em apoio a Aécio Neves

POR O GLOBO

Marina Silva (PSB) declara apoio a Aécio Neves - Marcos Alves / Agência O Globo Read more: http://oglobo.globo.com/brasil/leia-integra-do-pronunciamento-de-marina-silva-em-apoio-aecio-neves-14224617#ixzz3Fwj1AHQy

Marina Silva (PSB) declara apoio a Aécio Neves – Marcos Alves / Agência O Globo
Read more: http://oglobo.globo.com/brasil/leia-integra-do-pronunciamento-de-marina-silva-em-apoio-aecio-neves-14224617#ixzz3Fwj1AHQy

Marina Silva (PSB) declara apoio a Aécio Neves – Marcos Alves / Agência O Globo

RIO – Derrotada no primeiro turno da eleição presidencial, Marina Silva (PSB) leu na manhã deste domingo um texto no qual confirmou seu apoio a Aécio Neves (PSDB) no segundo turno.

Leia a íntegra:

“Ontem, em Recife, o candidato Aécio Neves apresentou o documento “Juntos pela Democracia, pela Inclusão Social e pelo Desenvolvimento Sustentável”.

Quero, de início, deixar claro que entendo esse documento como uma carta compromisso com os brasileiros, com a nação. Rejeito qualquer interpretação de que seja dirigida a mim, em busca de apoio. Seria um amesquinhamento dos propósitos manifestados por Aécio imaginar que eles se dirigem a uma pessoa e não aos cidadãos e cidadãs brasileiros. E seria um equívoco absoluto e uma ofensa imaginar que me tomo por detentora de poderes que são do povo ou que poderia vir a ser individualmente destinatária de promessas ou compromissos. Os compromissos explicitados e assinados por Aécio tem como única destinatária a nação e a ela deve ser dada satisfação sobre seu cumprimento. E é apenas nessa condição que os avaliei para orientar minha posição neste segundo turno das eleições presidenciais.

Estamos vivendo nestas eleições uma experiência intensa dos desafios da política. Para mim eles começaram há um ano, quando fiz com Eduardo Campos a aliança que nos trouxe até aqui. Pela primeira vez, a coligação de partidos se dava exclusivamente por meio de um programa, colocando as soluções para o país acima dos interesses específicos de cada um.

Em curto espaço de tempo, e sofrendo os ataques destrutivos de uma política patrimonialista, atrasada e movida por projetos de poder pelo poder, mantivemos nosso rumo, amadurecemos, fizemos a nova política na prática.

Os partidos de nossa aliança tomaram suas decisões e as anunciaram. Hoje estou diante de minha decisão como cidadã e como parte do debate que está estabelecido na sociedade brasileira. Me posicionarei.

Prefiro ser criticada lutando por aquilo que acredito ser o melhor para o Brasil, do que me tornar prisioneira do labirinto da defesa do meu interesse próprio, onde todos os caminhos e portas que percorresse e passasse, só me levariam ao abismo de meus interesses pessoais.

A política para mim não pode ser apenas, como diz Bauman, a arte de prometer as mesmas coisas.

Parodiando-o, eu digo que não pode ser a arte de fazer as mesmas coisas.

Ou seja, as velhas alianças pragmáticas, desqualificadas, sem o suporte de um programa a partir do qual dialogar com a nação.

Vejo no documento assinado por Aécio mais um elo no encadeamento de momentos históricos que fizeram bem ao Brasil e construíram a plataforma sobre a qual nos erguemos nas últimas décadas.

Ao final da presidência de Fernando Henrique Cardoso, a sociedade brasileira demonstrou que queria a alternância de poder, mas não a perda da estabilidade econômica.

E isso foi inequivocamente acatado pelo então candidato da oposição, Lula, num reconhecimento do mérito de seu antecessor e de que precisaria dessas conquistas para levar adiante o seu projeto de governo.

Agora, novamente, temos um momento em que a alternância de poder fará bem ao Brasil, e o que precisa ser reafirmado é o caminho dos avanços sociais, mas com gestão competente do Estado e com estabilidade econômica, agora abalada com a volta da inflação e a insegurança trazida pelo desmantelamento de importantes instituições públicas.

Aécio retoma o fio da meada virtuoso e corretamente manifesta-se na forma de um compromisso forte, a exemplo de Lula em 2002, que assumiu compromissos com a manutenção do Plano Real, abrindo diálogo com os setores produtivos.

Doze anos depois, temos um passo adiante, uma segunda carta aos brasileiros, intitulada: “Juntos pela democracia, a inclusão social e o desenvolvimento sustentável”.

Destaco os compromissos que me parecem cruciais na carta de Aécio:

- O respeito aos valores democráticos, a ampliação dos espaços de exercício da democracia e o resgate das instituições de Estado.

- A valorização da diversidade sociocultural brasileira e o combate a toda forma de discriminação.

- A reforma política, a começar pelo fim da reeleição para cargos executivos, que tem sido fonte de corrupção e mau uso das instituições de Estado.

- Sermos capazes de entender que, no mundo atual, a ampliação da participação popular no processo deliberativo, através da utilização das redes sociais, de conselhos e das audiências públicas sobre temas importantes, não se choca com os princípios da democracia representativa, que têm que ser preservados.

- Compromissos sociais avançados com a Educação, a Saúde, a Reforma Agrária.

- Prevenção frente a vulnerabilidade da juventude, rejeitando a prevalência da ótica da punição.

- Lei para o Bolsa Família, transformando-o em programa de Estado

- Compromissos socioambientais de desmatamento zero, políticas corretas de Unidades de Conservação, trato adequado da questão energética, com diversificação de fontes e geração distribuída.

- Inédita determinação de preparar o país para enfrentar as mudanças climáticas e fazer a transição para uma economia de baixo carbono, assumindo protagonismo global nessa área.

- Manutenção das conquistas e compromisso de assegurar os direitos indígenas, de comunidades quilombolas e outras populações tradicionais. Manutenção da prerrogativa do Poder Executivo na demarcação de Terras indígenas

- Compromissos com as bases constitucionais da federação, fortalecendo estados e municípios e colocando o desenvolvimento regional como eixo central da discussão do Pacto Federativo.

Finalmente, destaco e apoio o apelo à união do Brasil e à busca de consenso para construir uma sociedade mais justa, democrática, decente e sustentável.

Entendo que os compromissos assumidos por Aécio são a base sobre a qual o pais pode dialogar de maneira saudável sobre seu presente e seu futuro.

É preciso, e faço um apelo enfático nesse sentido, que saiamos do território da política destrutiva para conseguir ver com clareza os temas estratégicos para o desenvolvimento do país e com tranqüilidade para debatê-los tendo como horizonte o bem comum.

Não podemos mais continuar apostando no ódio, na calúnia e na desconstrução de pessoas e propostas apenas pela disputa de poder que dividem o Brasil.

O preço a pagar por isso é muito caro: é a estagnação do Brasil, com a retirada da ética das relações políticas.

É a substituição da diversidade pelo estigma, é a substituição da identidade nacional pela identidade partidária raivosa e vingativa.

É ferir de morte a democracia.

Chegou o momento de interromper esse caminho suicida e apostar, mais uma vez, na alternância de poder sob a batuta da sociedade, dos interesses do pais e do bem comum.

É com esse sentimento que, tendo em vista os compromissos assumidos por Aécio Neves, declaro meu voto e meu apoio neste segundo turno.

Votarei em Aécio e o apoiarei, votando nesses compromissos, dando um crédito de confiança à sinceridade de propósitos do candidato e de seu partido e, principalmente, entregando à sociedade brasileira a tarefa de exigir que sejam cumpridos.

Faço esta declaração como cidadã brasileira independente que continuará livre e coerentemente, suas lutas e batalhas no caminho que escolheu.

Não estou com isso fazendo nenhum acordo ou aliança para governar.

O que me move é minha consciência e assumo a responsabilidade pelas minhas escolhas”.

Pequenas notas, bastidores do poder…

A “mala” de Cutrim contra a “bolsa” de Roseana…sai rose

O conteúdo da “bolsa da governadora” é menor que o conteúdo da mala do Edimar Cutrim…

Quem analisou o vídeo que “vazou” na internete mostrando a governadora Roseana Sarney acompanhada de policiais entrando na casa do presidente do TCE, Edimar Cutrim, ficou intrigado.

Nas imagens, Roseana Sarney, segundo os comentários nos bastidores da Assembléia Legislativa, teria na sua bolsa vários documentos que incriminam o presidente do TCE, que, lógico, tem nas suas mãos as contas do Governo do Estado, principalmente da secretaria mais complicada, a Saúde…

Dizem que depois de uma hora  e meia vasculhando tudo na casa de Edmar Cutrim, a governadora Roseana Sarney se deu conta que sua bolsa era menor que a mala dos Cutrim e “tirou pra fora” estrebuchando de raiva e soltando impropérios pra todo lado…

 

Quem diria, o Gil Cutrim virou notícias no jornal do Sarney…

Prefeito de São José de Ribamar virou “notícia negativa”.

Nem poderia ser diferente, depois do artigo de José Sarney,  no domingo que antecedeu a eleição para governador, chamando o pai do prefeito de “bagre”, na intenção de compara-lo a “peixe pequeno”.

Pois é, mas a desavença foi tamanha, que o “bagre” e todos seus peixinhos pularam para o barco de Flávio Dino, que ganhou a eleição…

Para surpresa geral, o “bagrinho” Gil Cutrim ganhou as páginas negras do jornal do Sarney (O EMA).

 

E tome intrigas…

Vixe, a galera do Sarney está louca para intrigar os dois primeiros secretários de governo que foram anunciados na sexta-feira. A bola da vez é o Marcelo Tavares, enquanto enchem a bola de um, ou outro é desprezado e escarnecido.

Na quinta-feira (9), estive conversando o o deputado Marcelo Tavares, que deu informações sobre “a transição” de governo.

Após publicar no blog, soube que a notícia rendeu muitas chafurdadas, o que teve de ligação para Marcelo Tavares não foi brincadeira, muitas dessas “ligações telefônicas” foram feitas na intenção de tentar colher informações para usarem contra o novo governador, e lógico, sua equipe.

 

Um alerta aos amigos…

 

É hora de nossos políticos aprenderem com os erros do passado.

Lembro que no governo Jackson Lago, era uma “guerra de informações”, um tal de liga pra blogueiros, que, lógico, se aproveitavam para deitar e rolar nas desgraças do governo. Dizem que nesse tempo, o Décio, vivia de orelha vermelha de tantas ligações. Tudo de gente do lado de cá…

Não vou negar aqui que, até hoje, os blogueiros da Mirante se gabam de saber das coisas antes dos blogueiros da “oposição”, que, ao que tudo indica, só servem para defender os nomes que estão hoje no poder, ainda assim,  vivem sendo passados para trás pelos “amigos” de cá. Alô!!!

É sério. Os governistas da oposição têm que se tocar, afinal, parece até que gostam de “municionar” (alimentar) os inimigos, que constantemente estão dando furos sobre os defensores, dando notícias em primeira mão. No governo novo essa prática tem que acabar.

Vamos torcer, ajudar, defender, mas os novos secretários deverão ficar atentos e saber colaborar com a “prata da casa”.

 

Chutando cachorro morto?

“Não podem falar do velho e nem da filha”…

Fidelidade seria a explicação para um ex- deputado que perde seu precioso tempo nas redes sociais para defender o indefensável.

A atitude tem fundamento no comportamento animal, chama -se fidelidade canina.

Quero apenas fazer uma observação ao referido ex-deputado, e aproveitar para dizer a todo o grupo político que, já que todos são obrigados a defender o líder e por tabela, a filhota (que vive aprontado),  é bom sair logo de cena, pois quem está na política atrai para si holofotes…

 

A imagem do dia: Limpando o lixo dos petistas…

Sinceramente, tem alguns petistas que não sabem ser democráticos…

Essa tarde tive que tirar algumas ofensas que um petista (fã da Dilma e Lula) vive enviando na minha página do facebook.

Parece brincadeira, mas não podemos escrever nada na nossa própria página que vem um petista para querer saber o motivo de sua postagem, como se não pudêssemos criticar ou falar o que pensamos, que logo vem uma enxurrada de inconvenientes…

Coisa de desesperados…

sai ney.23

 

 

 

 

Sarney deverá ser lembrado pelo terrível mal que fez…

“Maranhão minha terra, minha paixão?”

O "amor" de Sarney pelo Maranhão, CLIC na imagem para ampliar)

O “amor” de Sarney pelo Maranhão (CLIC na imagem para ampliar)

É terrível o lastro de destruição deixado pelo grupo Sarney ao final de 50 anos de mando absoluto no estado mais pobre do Brasil, o Maranhão. Só para ter uma ideia da irresponsabilidade, a filha de Sarney, Roseana, passou 4 mandatos sentada (sem fazer nada) na cadeira de governador. Sarney governou o Maranhão mesmo estando fora do estado, teve sim, total controle político, era ele quem fazia as escolhas, colocava e tirava, deputados, senadores, governadores.

Mesmo sendo presidente do Brasil, não foi capaz de trazer desenvolvimentos para cá. O pior de tudo, ainda queria fazer de Roseana Sarney, a primeira presidente mulher do Brasil, pelas lentes da TV Mirante, através de uma extravagante publicidade em cima da filhota que, felizmente, foi flagrada em esquemas de corrupções e sua candidatura “virou picolé”.

Abaixo, trecho do discurso do líder da oposição, que durante 4 anos (não apenas ele, mas todos os deputados da oposição) combateram de forma heroica, denunciando os desmantelos praticados pelo grupo da  governadora ao povo do Maranhão.

“É o Estado que tem o menor número de policiais por habitantes; a menor cobertura de banheiro e água encanada com tratamento de esgoto do Brasil; o maior número de analfabetos e aumentando esse analfabetismo; a maior concentração de riquezas do país; e o segundo pior PIB per capita da Nação. Esse legado deixado pela governadora Roseana Sarney é que tem que ser constantemente lembrado, combatido e superado pelo próximo governador Flávio Dino a quem eu desejo toda a sorte do mundo e as bênçãos de Deus para esse grande propósito e esse grande desafio”, desejou.

Ouça o áudio e continue lendo, clicando aqui: 

 

 

Página 4 de 628« Primeira...23456...102030...Última »